Facebook

Chá de Bugre

Chá de Bugre

Chá de bugre: Para que serve, Benefícios e como tomar Conheça já o chá de bugre, uma receita inovadora e muito boa para a saúde das pessoas. Veja para que serve, quais seus benefícios e como tomar. O chá de bugre ou porangaba, queira como quiser, é também, um chá ótimo para aumentar a energia e melhoras a circulação do corpo, ele não elimina a vontade de comer, mas proporciona realmente a sensação de saciedade, fazendo com que a pessoa coma menos e possa se empenhar em uma dieta. Para aqueles que procuram por novidades em relação a receitas voltadas a saúde, sem dúvidas vão gostar do chá de bugre, algo que realmente tem ótimos a oferecer para a saúde dos que necessitam. Além de ser uma folha muito milagrosa em relação a alguns aspectos de tratamentos, ao bugre é uma planta nativa na qual tem suas características desenhadas como se fosse de uma árvore enorme, enfim, a folha do bugre é grande e de uma copa alongada podendo medir um tamanho de e 8 a 12 m de altura com troco de 30 a 40cm de diâmetro. Benefícios Podemos dizer que, o chá de bugre, conhecido no Brasil como porangaba, é realmente uma ótima opção para aquelas pessoas que estão com problemas de má circulação, ela ajuda muito nesta parte, sem contar que é também indicado para quem quer fazer uma dieta saudável, comendo bem e nas horas exatas, pois o bugre serve também para tirar o apetite das pessoas, deixando-as com uma sensação de satisfeito após ter comido pouco, a planta faz com que a fome seja saciada, enfim, sem dúvidas, um dos chás mais interessantes, e é como foi dito, trata-se de uma planta nativa que se espalha desde o nordeste até o sul do Brasil, isso principalmente na floresta.

Chá que emagrece 3 kg em 10 dias

Conheça os benefícios das ervas e aprenda a preparar um chá emagrecedor Nada como um chazinho para esquentar o corpo em dias frios. Melhor ainda se ele acabar com a retenção de líquidos, reduzir o apetite e ajudar a emagrecer! Pois isso é possível. "As ervas têm diferentes atuações no organismo: umas aceleram o metabolismo e queimam gordura; outras eliminam toxinas. Basta misturar as ervas certas para criar um chá que melhora a saúde e ajuda a perder peso", diz a nutricionista Vivian Goldberger, do Emagrecentro, em São Paulo. Misturas boas Além de auxiliar no processo de emagrecimento, as ervas podem prolongar a sensação de saciedade, amenizar a fome e estimular a circulação sanguínea. "Elas devem ser aliadas a uma alimentação saudável e a um exercício físico. Dessa forma, não tem quilinhos extras que resistam", acrescenta Vivian. Descubra como misturar as ervas e criar um chá que vai enxugar as suas medidas e deixar você preparada para encarar as estações mais quentes do ano. Depois da pausa de uma semana, monte uma nova receita usando, no máximo, duas ervas de cada um dos grupos abaixo! Diuréticas Combatem a retenção de líquidos. As mais comuns são cavalinha (1), dente-de-leão, abacateiro, quebra-pedra, cabelo de milho e sabugueiro. Digestivas Acabam com a prisão de ventre. As ervas desse grupo são cáscara-sagrada (2), chapéu-de-couro, zedoária, hibisco, psilium e fucos (ou fuco). Desintoxicantes Elas eliminam as toxinas do corpo. Alfafa, bugre, salsaparrilha, chá-verde, espinheira-santa (3) e bardana estão nesse grupo. Calmantes Detonam aquela ansiedade que é comum em quem está de dieta. Escolha ervas como alecrim (4), capim-limão, melissa, camomila, jasmim e mulungu. Emagrecedoras Facilitam a eliminação de gordura. Use ervas como capim-limão (5), alfafa, cavalinha, cana-do-brejo, carqueja e graviola.

Conheça os benefícios do chá-de-bugre.

Conheça os benefícios do chá-de-bugre Conhecido no Brasil também como porangaba, o chá-de-bugre é uma pequena árvore originária de nosso país, que também é encontrada na Argentina e Paraguai, sendo também conhecida por café do mato, já que seus frutos parecem com os do café torrado e com eles se produz uma bebida que substitui o café. Esse chá tem diversas indicações de uso, mas, talvez a mais procurada seja a de emagrecedor. A planta é usada no preparo do fitoterápico bastante conhecido, Pholia magra, que é para esse fim, além de inibidor do apetite. Como a ação desse chá é de causar a sensação de saciedade, deve ser tomado antes das refeições por quem deseja usá-lo no emagrecimento. Ele é poderoso diurético, eliminando as toxinas do organismo através da urina, estimula a circulação sanguínea, mais um motivo por que reduz a celulite. Ele funciona na queima de gorduras abdominais profundas, sendo usado em compostos que utilizam a complementação de outras plantas medicinais estimulantes, como o ginseng, guaraná, chá verde, etc. que, somados à cafeína contida no chá-de-bugre, os torna estimulantes poderosos, que também contribuem para a queima calórica. As pessoas que sofrem com ansiedade, insônia, nervosismo, estresse, etc. devem tomar muito cuidado com o consumo, por causa desses efeitos estimulantes, assim os que sofrem de problemas cardíacos ou hipertensão, já que ele tem ação cardiotônica, ou seja, é uma espécie de tônico para o coração, mas, como pode interagir com outros medicamentos, não pode ser tomado sem conhecimento de seu cardiologista. Outro cuidado importante com o uso: como é diurético, é imprescindível que se beba muita água enquanto se faz uso dele, para que não aconteçam problemas ligados à hidratação do organismo, além de se repor os minerais perdidos na eliminação da urina. Algumas indicações do chá-de-bugre Previne câncer; Celulite; Febre; Herpes; Obesidade; Perda de peso; Má circulação; Cicatrizante de feridas; Antivirótico; Cardiotônico; Inibidor de apetite; Diurético; Febrífugo; Estimulante.

Chá de Bugre Arbusto grande ou árvore pequena/h3>

Arbusto grande ou árvore pequena, chegando a medir até 6 metros de altura e 20 centímetros de diâmetro. Possui casca pardo-vermelho-escura, pouco espessa e com numerosas fendas pequenas. As folhas são alternas, lanceoladas, glabras, luzidias, verde-escuras na página superior e um pouco ásperas na página inferior. As flores são brancas, campanuladas, dispostas em corimbos. O fruto é uma drupa globosa, vermelha, com a aparência do café. É bastante ornamental e de rápido crescimento. No Brasil é encontrado nos estados de Minas Gerais, Baia, Acre e Goiás. É encontrado também na Argentina e no Paraguai. Nome Científico: Cordia ecalyculata Vell. Sinonímia: Cordia salicifolia Cham.; Cordia digynia Vell.; Cordia leptocaula Fresen.; Cordia glaziovii Taub. Nome Popular: Chá de Bugre, Porangaba, Claraíba, Café-de-bugre, Louro-salgueiro e Louro-mole, no Brasil; Araticú-guassú, na Argentina. Observação: Segundo M. Pio Côrrea (Dicionário de Plantas Úteis do Brasil), tanto a espécie Casearia sylvestris Swartz, quanto a espécie Cordia salicifolia Cham. (sinonímia: Cordia eucalyculata Vell.), são conhecidas no Brasil por Chá de Bugre. Desta forma, surgiram confusões, principalmente com o aparecimento de produtos feitos de Porangaba, outra sinonímia popular da espécie Cordia eucalyculata Vell. Assim, para evitar esta confusão, optou-se por chamar de "Guaçatonga" a espécie Casearia sylvestris Swartz e a espécie Cordia eucalyculata Vell. de "Chá-de-bugre" (também conhecida por Porangaba). Família Botânica: Boraginaceae. Parte Utilizada: Folha. Princípios Ativos: Alantoína, Cafeína e Potássio. Indicações e Ações Farmacológicas: O Chá de Bugre, por ser diurético, é utilizado para reduzir o peso e como supressor do apetite. Acredita-se também que ajude a reduzir a celuite. Em 1990, no Japão, cientistas demonstraram que 2,5 mcg/ml de extrato fluido da folha reduziram a capacidade de penetração do vírus da Herpes do tipo 1. Em 1997, pesquisas com coelhos e porcos da Guinea, indicaram propriedades cardiotônicas com a administração das folhas do Chá de Bugre. Toxicidade/Contra-indicações: Não foram encontradas referências nas literaturas consultadas. Dosagem e Modo de Usar: Não foram encontradas referências nas literaturas consultadas. Referências Bibliográficas: • CORRÊA, M. P. Dicionário das Plantas Úteis do Brasil. IBDF. 1984. • Internet: www.rain-tree.com/chadebugre, site que cita as seguintes referências: 1. Bernardes, Antônio, A Pocket Book of Brazilian Herbs, Editora e Arta Ltda, 1984. 2. Hayashi K., et al., Antiviral activity of na extract of Cordia salicifolia on herpes simplex virus type 1. Planta Med, 56:5 Oct, 439-43. 3. Matsunaga, K. et al., Excitatory and inhibitory effects of paraguayan medicinal plants Equisetum gigateum, Acanthpspermum australe, Allophylus edlis and Cordia salicifolia on contraction of rabbit aorta and guinea-pig left atrium. Natural Medicines, 51, 478-481 (1997).

Conheça historias de quem emagreceu