Facebook

Chá de Cipó Cabeludo

Chá de Cipó Cabeludo

Cipó Cabeludo O Cipó Cabeludo é um subarbusto da flora brasileira, provida de caule bastante ramificado, onde os ramos emergem do ramo principal em ângulo reto. O caule é cilíndrico lenhoso, coberto de pêlos e com uma cor castanha nas suas partes mais jovens. Longitudinalmente é estriado e provido de uma fratura fibrosa. As folhas são opostas, pecioladas, ovais-acuminadas, denticuladas, sub-coriáceas, de cor verde-escura na face superior e mais clara na inferior, sendo ambas as faces pubescentes, principalmente a inferior, que é densamente coberta de pêlos esbranquiçados ou pardacentos. Irradiam do vértice do pecíolo sete nervuras primárias, das quais partem nervuras secundárias. Nome Científico: Mikania hirsutissima DC. Sinonímia: Mikania sepiaria Gardn.; Mikania martiana Gardn; Mikania ursina Martins; Eupatorium hirtum Less; Willugbaeya hersutissima Necker. Nome Popular: Cipó Cabeludo, Guaco-cabeludo, Guaco-de-cabelos, Cipó-almecega, Cipó-almecega-cabeludo, Erva-dutra, Cipó-caatinga e Cipó-de-cerca, em português. Família Botânica: Asteraceae (Compositae). Parte Utilizada: Partes aéreas. Princípios Ativos: Óleo Essencial; Taninos Catéquicos; traços de Saponinas; dois princípios resinóides; Sais (de alumínio, cálcio, ferro, manganês, sódio, potássio, entre outros). Um estudo realizado no Japão detectou dois sesquiterpenos do tipo norhumuleno, chamados mikaniahumuleno I e II, os quais foram isolados juntamente com nove compostos conhecidos, sete diterpenos do tipo ácido kaurênico, uma cumarina e uma flavona das partes aéreas da Mikania hirssutissima DC (Ohkoshi, E.; Makino, M.; Fujimoto, Y., 1999). Indicações e Ações Farmacológicas: Popularmente o Cipó Cabeludo é utilizado nas doenças das vias urinárias e nas litíases vesicais, além nas afecções reumáticas. Um estudo feito em nosso país avaliou a atividade contra moluscos de 159 extratos de 84 plantas brasileira sobre Biomphalaria glabrata, o hospedeiro intermediário mais importante do Schistosoma mansoni no Brasil. Setenta e oito extratos (49%) mostraram atividade contra o caramujo e ovos. Extratos de duas espécies Mikania hirsutissima e Qualea multiflora demonstraram ser letais em caramujos adultos a uma concentração 10 ppm (de Souza, CP; de Azevedo, ML.; Lopes, JL; Sarti, SJ.; dos Santos Filho D.; Vichnewski, W.; Nasi, AM.; Leitão Filho, HF., 1984). As atividades citotóxicas dos compostos isolados (mikaniahumuleno I e II, sete diterpenos do tipo ácido kaurênico, uma cumarina e uma flavona) contra células leucêmicas (L 1210) foram investigadas. Alguns destes compostos demonstraram citotxicidade relativamente forte (Ohkoshi, E.; Makino, M. Fujimoto, Y., 1999).

Mikania hirsutissima ou cipo cabeludo

Nome Científico: ( Mikania hirsutissima ) Parte utilizada: Parte aérea Indicação: Planta nacional muito utilizada para tratar cistite, uretrite, impede eliminação da albumina, útil na diarréia crônica. Modo de usar: Se tiver indicação de terapeuta responsável: Uso Crianças até 01 ano: ½ colher de café (rasa) da erva triturada para 50 ml de água fervente. Crianças de 02 a 05 anos: 01 colher de café (cheia) para 100 ml de água fervente. Crianças de 06 a 10 anos: 01 colher de chá (rasa) para 01 xícara de água fervente. Acima de 10 anos e adultos: 01 colher de chá (cheia) para 01 xícara de chá de água fervente. Após adicionar a erva na água, tampe, aguarde 10 a 15 minutos ou até que a temperatura do chá seja confortável para tomar. Você pode usar o Extrato Floral equivalente no lugar do chá, é mais prático e pode ser levado para qualquer lugar por que é em gotas, o efeito é o mesmo. Aproveite para comprar 5 unidades de um ou mais chás para que o valor do frete fique pequeno por unidade! Contra-indicação: Gravidez e Lactantes. Teste Alérgico: Passe pequena porção do produto na pele próxima ao pulso, se ocorrer erupções ou avermelhamento da pele não use o produto. Atenção: Este produto não é um medicamento. Se não atingir o efeito desejado, procure um médico. ATENÇÃO! O uso eficiente de Florais leva no mínimo 03 meses dependendo do tempo da doença, além disso é necessário uma reeducação alimentar, principalmente em doenças advindas da má alimentação. 01 unidade de Floral Líquido com 30 ml da para: 30 dias - tomando uma vez por dia, 30 gotas em 200ml de água. 15 dias - tomando duas vezes por dia, 30 gotas em 200ml de água. 10 dias - tomando três vezes por dia, 30 gotas em 200ml de água. Obs.: Uma unidade não é o suficiente para qualquer doença! Floral não é medicamento e nem milagre, pois milagre só Jesus pode fazer. 01 unidade de Erva Rasurada ou em pó com 40 gramas da para: 14 dias - tomando uma vez por dia, 01 colher (chá) em 200ml de água fervente. 7 dias - tomando duas vezes por dia, 01 colher (chá) em 200ml de água fervente. 3 dias - tomando três vezes por dia, 01 colher (chá) em 200ml de água fervente.

O Cipó Cabeludo é um subarbusto da flora brasileira

Cipó Cabeludo O Cipó Cabeludo é um subarbusto da flora brasileira, provida de caule bastante ramificado, onde os ramos emergem do ramo principal em ângulo reto. O caule é cilíndrico lenhoso, coberto de pêlos e com uma cor castanha nas suas partes mais jovens. Longitudinalmente é estriado e provido de uma fratura fibrosa. As folhas são opostas, pecioladas, ovais-acuminadas, denticuladas, sub-coriáceas, de cor verde-escura na face superior e mais clara na inferior, sendo ambas as faces pubescentes, principalmente a inferior, que é densamente coberta de pêlos esbranquiçados ou pardacentos. Irradiam do vértice do pecíolo sete nervuras primárias, das quais partem nervuras secundárias. Nome Científico: Mikania hirsutissima DC. Sinonímia: Mikania sepiaria Gardn.; Mikania martiana Gardn; Mikania ursina Martins; Eupatorium hirtum Less; Willugbaeya hersutissima Necker. Nome Popular: Cipó Cabeludo, Guaco-cabeludo, Guaco-de-cabelos, Cipó-almecega, Cipó-almecega-cabeludo, Erva-dutra, Cipó-caatinga e Cipó-de-cerca, em português. Família Botânica: Asteraceae (Compositae). Parte Utilizada: Partes aéreas. Princípios Ativos: Óleo Essencial; Taninos Catéquicos; traços de Saponinas; dois princípios resinóides; Sais (de alumínio, cálcio, ferro, manganês, sódio, potássio, entre outros). Um estudo realizado no Japão detectou dois sesquiterpenos do tipo norhumuleno, chamados mikaniahumuleno I e II, os quais foram isolados juntamente com nove compostos conhecidos, sete diterpenos do tipo ácido kaurênico, uma cumarina e uma flavona das partes aéreas da Mikania hirssutissima DC (Ohkoshi, E.; Makino, M.; Fujimoto, Y., 1999).

CIPÓ CABELUDO Nome botânico: Mikania

CIPÓ CABELUDO Nome botânico: Mikania hirsutissima DC Família: Compositae Parte utilizada: planta florida *Histórico Planta arbustiva, de pequeno porte, aromática e de gosto amargo. É da flora brasileira, distinta pelo indumento de pêlos, de cor castanha clara que a reveste, particularmente nas extremidades dos ramos mais jovens. Esta planta ainda é pouco estudada quanto a sua composição química, mas é largamente usada na medicina popular, sendo comprovadamente eficaz contra certas afecções do trato urinário.1 *Aspectos botânicos Arbusto com caules arredondados densamente albo-seríceos. Folhas opostas, pecioladas, ovado-cordadas, acuminadas no ápice e cordadas na base, denticuladas nos bordos, trinervadas. Folhas de 5-10 cm de comprimento por 3-5 cm de largura. Pecíolo lanuginoso de 3-4 cm de comprimento. É uma espécie esciófita até heliófita, e indiferentes quanto às condições físicas do solo. Quanto a fenologia, floresce de novembro a abril.

Conheça historias de quem emagreceu