Facebook

Erva urtiga

e

Erva urtiga

A urtiga é uma erva medicinal da família das Urticáceas, bastante frequente em regiões de clima temperado na Europa. A planta tem folhas em forma de coração com bordas serreadas e produz pequenas flores claras.

A urtiga também é popularmente chamada de urtigão, urtiga-maior, ortiga ou ortigão.

Propriedades medicinais da urtiga

Rica em sais cálcio, potássio, silício, ácido fólico e Ferro.

Para que serve a urtiga

Desintoxicante também em casos de insuficiência hepática, fortalecedor de unhas.

Modo de uso da urtiga

As flores jovens têm muitas vitaminas, mas é nas flores secas e a raízes que se encontram as substâncias ativas. Podem ser encontrados além do chá sucos prontos para o consumo.

Chá: 20 g de erva para cada 200 ml de água fervente. Tomar 2 vezes ao dia para desintoxicação e 1 vez por dia pra fortalecimento de unhas e cabelos.
Culinária: As folhas jovens podem ser usadas para fazer saladas.
Estética: Banho de imersão com o líquido da urtiga elimina as impurezas da pele.

URTIGA - PARA QUEDA DE CABELO

Urtiga dioica

Descrição : Da família das Urticáceas, é também conhecida como Urtigão. Planta vivaz e perene que atinge de 0,5 a 1,5 metros de altura, cujos caules e folhas são cobertos com pelticantes. Suas flôres são muito pequenas, de cor verde, se agrupam em pirâmides, algumas eretas de algumas pendentes, as folhas são opostas e bem serrilhadas, são cobertas de pêlos duros e picantes.

Plantio : Preferem solo rico em nitrogênio e sua presença é uma boa indicação da existência desse mineral.

Propriedades : Diurética, depurativa, alcalinizante, adstringente, hipoglicemiante, Digestiva, vasoconstritora, emoliente, antianêmica, etc.

Indicações : É indicada para artrite, reumatismo e gota. Combate a anemia, reduz o nível de açúcar no sangue. Para uso externo, é indicada para queda de cabelo. É empregada na prevenção do escorbuto, a mesma infusão pode ser aplicada externamente, no tratamento de queimaduras. O sumo fresco impede a hemorragia e, diluído em água, em partes iguais, serve para gargarejo adstringente.

Os romanos levaram a urtiga para a Inglaterra porque souberam que o clima era frio. Golpeavam o corpo com ramos dessa plantas para ativar a circulação. Eles esfregavam o corpo as urtigas salgadas em óleo para proteger-se do frio.

Principios Ativos : Contem vitaminas A, C e K, ácido fórmico, taninos, acido carbônico, amônia e água.

Modo de usar:

- Na alimentação (após decocção): folhas de plantas jovens, até uns 15 cm. O efeito urtigante desparece após decocção.

Uso interno: Erva seca: 2 a 4 g, três vezes ao dia; infusão das folhas ou decocção das raízes: a 5%. Uma xícara de chá três vezes ao dia; Suco fresco: 100 a 125 g por dia. Extrato fluído em álcool 25%: 3 a 4 ml, três vezes ao dia. Tintura 1:5 em álcool 45%: 2 a 6 ml três vezes ao dia.

Uso externo: decocção: 5%. Fitocosmético: extrato glicólico 2 a 10 %: cremes, loções, géis, xampus, produtos pós-sol.

Modo de uso URTIGA

Modo de uso

Saúde - As flores jovens têm muitas vitaminas, mas é nas flores secas e a raízes que se encontram as substâncias ativas. Podem ser encontrados além do chá sucos prontos para o consumo.

Chá - 20 g de erva para cada 200 ml de água fervente. Tomar 2 vezes ao dia para desintoxicação e 1 vez por dia pra fortalecimento de unhas e cabelos.

Culinária - As folhas jovens podem ser usadas para fazer saladas.

Estética - banho de imersão com o líquido da urtiga elimina as impurezas da pele.

Urtiga - Benefícios para a Saúde

Urtiga - Benefícios para a Saúde


A Urtiga tem sido utilizada há várias centenas de anos, para tratamento de dores musculares e das articulações, de eczemas, artrite, gota e anemia; actualmente é muito utilizada no tratamento de infecções das vias urinárias e para ajudar a retardar a hipertrofia da próstata (chamada hiperplasia prostática benigna, ou BPH), febre dos fenos (rinite alérgica); pode também ser utilizada, sob a forma de creme ou de cataplasma, para o tratamento de dores nas articulações, entorses, distensões musculares, tendinites, e ainda para picadas de insectos.

A hiperplasia prostática benigna (BPH)
Injecções de raiz de urtiga são amplamente utilizadas na Europa para tratar a HBP.
Vários estudos efectuados sobre este assunto, levaram á conclusão que a Urtiga combinada com outras ervas, principalmente com a Saw palmetto (Serenoa repens) pode ser muito eficaz no alívio e na diminuição da incontinência urinária, no esvaziamento completo da bexiga – quando a urina "sai ás pinguinhas" - e em situações inflamatórias em que há uma constante vontade de urinar; estes sintomas são causados pelo aumento da próstata, que começa a exercer pressão sobre a uretra (o tubo que esvazia a urina da bexiga).

Estudos feitos em laboratório mostraram que as injecções de urtiga fornecem substâncias semelhantes ás da finasterida (um medicamento habitualmente prescrito para BPH) destinado a retardar o crescimento de certas células da próstata; no entanto, ao contrário da finasterida, a Urtiga não diminui o tamanho da próstata.
Os cientistas não estão certos da razão por que a raiz de urtiga reduz os sintomas; pensam que talvez sejam as substâncias químicas que entram na sua composição e que afectam as hormonas, incluindo a testosterona e o estrogénio, ou porque actua directamente sobre as células da próstata.

Para o tratamento da HBP, deve sempre consultar o seu médico, pois é importante obter um diagnóstico correcto, que despiste qualquer hipótese de cancro da próstata.

Conheça historias de quem emagreceu