Facebook

Flor da noite

Flor da noite

FLOR DA NOITE 1G OS SINTOMAS MAIS COMUNS DA MENOPAUSA SÃO: FOGACHOS (CALORÕES), DORES ARTICULARES E MUSCULARES, FORMIGAMENTOS, INSÔNIA, DEPRESSÃO, NERVOSISMO, FADIGA, ZUMBIDOS, CEFALÉIA, TONTURAS E PALPITAÇÃO. O FLOR DA NOITE ATUA DIRETAMENTE NESTES SINTOMAS E NÃO FAZ REPOSIÇÃO HORMONAL. NOME CIENTÍFICO: Cereus jamacaru NOME POPULAR: Cactus, Flor da Noite, Dama da Noite CONTÉM 30 SACHÊS. COMPOSIÇÃO: cada sachê contém: 1 g de caule e lenho de Cereus jamacaru Cada sachê de 1 g equivale ao preparo de uma xícara de 200 ml.

FLOR DA NOITE - Cereus giganteus

O Cactus Cereus giganteus L., Também conhecido como Cactus, Mandacaru, Jamacaru, Flor da Noite, Dama da Noite e Cardeiro, é uma planta da família das cactáceas. É comum no nordeste brasileiro e não raro, atinge até mais de 5 metros de altura. Existe uma variedade sem espinhos, usada na alimentação de animais. A variedade comum é altamente espinhenta e também é usada na alimentação de animais, quando seus espinhos são queimados ou cortados. O mandacaru resiste a secas, mesmo das mais fortes. As flores desta espécie de cactos são brancas, muito bonitas e medem aproximadamente 30cm de comprimento. Os botões das flores geralmente aparecem no meio da primavera e cada flor dura apenas um período noturno, ou seja, desabrocham ao anoitecer e ao amanhecer já começam a murchar. Seu fruto tem uma cor violeta forte. INDICAÇÃO: Chá Flor da Noite (Chá de Cactus) Complemento Nutricional Cardíaco, atua sobre o coração. Além de cardiotônica tem ação diurética e atua no Sistema Nervoso. COMO FAZER: Decocção: 2 colheres de sopa da erva para meio litro de água, ferver durante 15 minutos. Tire do fogo e deixe repousando, tampada, por mais algum tempo. Coe e está pronto para o uso.

Flor da Noite bula

Flor da Noite Item-1 Princípio ativo: cereus jamacaru Item-3 Necessita de receita Indicações: Prevenção de perdas de água e sais minerais (desidratação) e manutenção da hidratação após a fase... Leia mais Contra-Indicações: Hipersensibilidade aos componentes da fórmula. Leia mais Interação: Não foram relatados casos de interação medicamentosa com o uso do produto. Posologia: Deve ser oferecido ao paciente com freqüência. Leia mais Classe Terapêutica: Reidratante Oral Categoria: Vitaminas e Minerais

Flor da noite composta

Cereus jamacaru, Dorstenia multiformis, Erythrina velutina, Himatanthus lancifolius Medicamento fitoterápico registrado com base no uso tradicional, não sendo recomendado seu uso por período prolongado Uso oral Uso adulto Composição - FLOR DA NOITE COMPOSTA® 100 ml: Cada ml da tintura contém: 0,1 ml de extrato fluido de casca e lenho de Cereus jamacaru (padronizado em 0,1% de alcamidas expressas em tiramina); 0,04 ml de extrato fluido de rizoma de Dorstenia multiformis (padronizado em 0,5% de psoraleno e metoxi-psoraleno); 0,04 ml de extrato fluido de casca de Erythrina velutina (padronizado em 0,03% de flavonas expressas como hesperetina); 0,02 ml de extrato fluido de casca de Himatanthus lancifolius (padronizado em 0,01% de ácido gálico); 0,8 ml de veículos (excipientes). Concentração dos princípios ativos: Cada ml da tintura contém 100 mcg de alcamidas expressas em tiramina, 200 mcg de psoraleno e metoxi-psoraleno, 12 mcg de flavonas expressas como hesperetina e 2 mcg de ácido gálico. Excipientes: Álcool etílico e água purificada. Volume: 100 ml. FLOR DA NOITE COMPOSTA® 500 mg: cada cápsula gelatinosa dura contém: 500 mg de extrato seco composto de casca e lenho de Cereus jamacaru, rizoma de Dorstenia multiformis, casca de Erythrina velutina e casca de Himatanthus lancifolius. Concentração dos princípios ativos: Cada cápsula contém 250 mcg de alcamidas expressas em tiramina, 500 mcg de psoraleno e metoxi-psoraleno, 30 mcg de flavonas expressas como hesperetina e 5 mcg de ácido gálico. Excipiente: Amido. Quantidade: 50 cápsulas. Indicações - FLOR DA NOITE COMPOSTA® é destinado ao tratamento dos sintomas da menopausa. Características farmacológicas - FLOR DA NOITE COMPOSTA® atua no alívio dos sintomas da menopausa, não possuindo atividades estrogênicas relacionadas ao seu uso. Em um estudo pré-clínico realizado com camundongos, no qual o medicamento foi administrado sob apresentação de extrato alcoólico na sua forma original, por via intraperitoneal (v. ip.) e por via oral (v. o.), foi constatada como toxicidade uma atividade depressora do sistema nervoso central que ocasionou dificuldade e parada respiratória nos animais. Entretanto esta atividade parece estar mais relacionada com os efeitos causados pelo solvente (álcool) do que com os causados pelos ativos do medicamento, uma vez que, quando calculada a DL50 para o extrato evaporando-se o solvente, observaram-se valores nas doses letais muito maiores do que para o extrato contendo o solvente (DL50 - extrato com solvente: v. ip.: 302 mg/kg; v. o.: 398 mg/kg. DL50 - extrato sem solvente: v. ip.: 5.500 mg/kg; v. o.: 4.500 mg/kg). Este estudo indicou ainda que este medicamento, quando isento de solventes, apresenta substâncias com atividades sobre o sistema nervoso, tanto periféricas como centrais, e as substâncias com atividade sobre o sistema nervoso central produzem efeitos tanto estimulantes como depressores. Foi realizado também o Teste Hipocrático com camundongos albinos, utilizando o extrato seco na concentração de 10 g/kg e o extrato alcoólico na concentração de 5 g/kg, ambos por via oral. O extrato seco nesta dose não mostrou alterações farmacológicas. Já o extrato alcoólico ocasionou uma possível atividade depressora, porém, acredita-se que esta atividade seja consequência da administração do álcool, utilizado como solvente, e não provocada pelos ativos que compõem o medicamento. Neste estudo também foi determinada a DL50 para o extrato hidroalcoólico (5,3 g/kg) e para o extrato seco (superior a 10 g/kg). Para avaliar a atividade estrogênica do medicamento FLOR DA NOITE COMPOSTA®, foi realizado um estudo com ratas fêmeas (Rattus norvegicus), linhagem Wistar, ovariectomizadas. Foram utilizadas como variáveis principais a indução do estrogênio e a elevação da massa uterina nestes animais. O produto FLOR DA NOITE COMPOSTA® não foi capaz de induzir a produção de estrogênio nas ratas ovariectomizadas e nem de causar elevação do peso uterino, ou seja, este medicamento não exerce atividade estrogênica. O estudo constatou ainda que a administração do medicamento provocou a redução do peso corporal total e a elevação da massa hipofisária nos animais. Por fim, foi realizado um estudo clínico Fase I, em mulheres saudáveis e em idade reprodutiva, no qual o medicamento FLOR DA NOITE COMPOSTA® foi administrado na apresentação cápsulas e na posologia de três vezes ao dia, durante sete dias consecutivos. Os resultados obtidos não mostraram alterações clínicas, laboratoriais, eletrocardiográficas ou reações adversas que pudessem evidenciar presença de toxicidade deste medicamento. Dentre os eventos adversos não sérios citados, apenas os eventos sonolência, acne e diminuição da libido foram classificados como possivelmente relacionados ao uso deste medicamento. Contraindicações - Pacientes com hipersensibilidade aos componentes da fórmula devem evitar o uso do produto. Este produto é contraindicado para gestantes, lactantes e crianças menores de 12 anos. A forma farmacêutica tintura, por conter álcool em sua composição, não deve ser usada por pacientes que estão deixando de tomar bebidas alcoólicas, por aqueles que apresentam sensibilidade ao álcool e portadores de doenças crônicas (diabetes e comprometimento hepático). Advertências e precauções - O uso de FLOR DA NOITE COMPOSTA® é indicado para o alívio dos sintomas da menopausa, como fogachos, insônia e ansiedade. A paciente deve usar o medicamento apenas nos períodos em que os sintomas estiverem exacerbados. Seu uso deve ser interrompido após a melhora desses sintomas transitórios. Deste modo o medicamento será administrado episodicamente ou no máximo pelo período de uma semana, após o qual deve haver um período de intervalo. Em caso de hipersensibilidade ao produto, recomenda-se descontinuar o uso e procurar orientação médica. Não administrar doses maiores do que as recomendadas. Este medicamento pode provocar reações fotossensibilizantes em indivíduos sensíveis, devido à presença de Dorstenia multiformis. Exposições prolongadas à luz solar e raios ultravioleta (UVA e UVB) devem ser evitadas. Quando necessário, utilizar fatores de proteção elevados com FPS superior a 15. Este medicamento pode ocasionar sonolência em indivíduos sensíveis. Interações medicamentosas - FLOR DA NOITE COMPOSTA® pode potencializar os efeitos de medicamentos anticoagulantes. Isto ocorre devido à presença de Dorstenia multiformis em sua composição. Cuidados de armazenamento do medicamento - Manter em temperatura ambiente (temperatura entre 15°C a 30°C). Proteger da luz e umidade. Nestas condições, o medicamento se manterá próprio para o consumo, respeitando o prazo de validade indicado na embalagem (validade de 24 meses a partir da data de fabricação). Conservar o medicamento em sua embalagem original. No de lote e datas de fabricação e validade: ver embalagem. Não use medicamento com prazo de validade vencido. Para a sua segurança, mantenha o medicamento na embalagem original. Tintura: Apresenta-se como um líquido de coloração caramelo-escuro e sabor levemente amargo. Cápsulas: Apresenta-se em cápsulas gelatinosas duras e transparentes, contendo pó de coloração bege-claro em seu interior. Antes de usar, observe o aspecto do medicamento. Todo medicamento deve ser mantido fora do alcance das crianças. Posologia e modo de usar - Tintura: Ingerir 5 ml, diluídos em água, 3 vezes ao dia. Agite antes de usar. Cápsulas: Ingerir 1 cápsula, 3 vezes ao dia. As cápsulas devem ser ingeridas inteiras e sem mastigar, com quantidade suficiente de água para que sejam deglutidas. Utilizar por no máximo uma semana, respeitando-se um intervalo mínimo de uma semana entre cada tratamento. Este medicamento, na forma farmacêutica cápsulas, não deve ser partido, aberto ou mastigado. Reações adversas - Reação comum: sonolência. Superdose - Em caso de superdosagem, suspender o uso e procurar orientação médica de imediato, para que sejam adotadas as medidas habituais de apoio e controle das funções vitais. Em caso de intoxicação, ligue para 0800-7226001, se você precisar de mais orientações sobre como proceder. Apresentações - Tintura: Cartucho contendo frasco de vidro âmbar apresentando 100 ml e copo medidor. Cápsulas: Cartucho contendo frasco plástico branco opaco apresentando 50 cápsulas de 500 mg.

Conheça historias de quem emagreceu