Facebook

Frângula

Frângula

FRÂNGULA - Rhamnus frangula Rhamnus frangula) é um arbusto ou pequena árvore de 2-6 metros de altura. Tolera bem a sombra, mas exige muita humidade e dá-se bem perto de água ou em terrenos alagados. Vive 30 a 50 anos. A madeira, bastante leve e macia, é muito decorativa. INDICAÇÃO: Chá de Frangula => Purgativo, tônico estomacal, fígado e vesícula. COMO FAZER: 20gramas de casca para um litro de água. Deixe cozinhar por cerca de 10 minutos a partir do momento em que se inicia a ebulição, após esse tempo, retire do fogo e deixe repousando, tampada, por 10 minutos. Coe e está pronto para o uso. COMO BEBER: Tomar 2 a 3 xícaras ao dia

Frângula Rhamnus frangula L.

Frângula A primeira citação que se tem notícia desta espécie data do século XIV, em um texto do agrônomo italiano Pietro Crescenzi. Quanto ao seu nome botânico, frangula, significa "partir", uma alusão à fragilidade de seus ramos. É um arbusto que mede entre 1 a 4 metros de altura, de tronco ereto, com ramos horizontais flexíveis, alternos e não espinhosos. As folhas são inteiras, membranosas, alternas, caducas, com 8 a 12 pares de nervuras salientes, paralelas e quase retas. As flores são esverdeadas, hermafroditas, com 5 sépalas, 5 pétalas ovais, 5 estames, estilete simples e reunidas de 2 a 10 em cimeiras frouxas. O fruto é uma drupa verde e depois vermelha, adquirindo a cor preta na maturação. A British Pharmacopoeia (1993) descreve a casca da Frângula, a qual é a parte utilizada, da seguinte maneira: "Fragmentos curvados ou quase planos, em peças enroladas (como a casca da Canela e da Quina) sozinhas ou duplas, medindo de 0,5 a 2 mm de espessura, de comprimento e largura variáveis. A superfície externa é marrom acinzentada, enrugada longitudinalmente e coberta com numerosas lenticelas alongadas, cinzentas, transversalmente. A superfície interna é lisa, com estrias longitudinais, variando do marrom alaranjado ao vermelho amarronzado, mudando para o vermelho quando tratada com álcali. A fratura é pequena na parte externa e fibrosa na parte interna." Nome Científico: Rhamnus frangula L. Sinonímia: Frangula alnus Mill.; Frangula pentapetala Gilib.; Frangula vulgaris Rchb.; Rhamnus alnoides S.F.Gray; Rhamnus balearica Hort. Par. ex Link; Rhamnus nemoralis Salisb.; Rhamnus pentapetala Gilib.; Rhamnus sanguino Ortega. Nome Popular: Frângula, Amieiro Preto, Amieiro Negro, Cangica, Cangiqueira e Sanguinho de Água, em português; Brechwegdorn, na Alemanha; Arraclán e Hediondo, em espanhol; Aulne Noir, Bourdaine e Nerprun-Bourgène, na França; Alder Buckthorn, Berry-Bearin Buckthorn, Black Alder, Buckthorn, Buckthorn Alder e European Alder Buckthorn, em inglês; Frangola, na Itália.

Rhamnus frangula Frangula alnus

Rhamnus frangula ( Frangula alnus ), o Alder Espinheiro , é um homem alto decídua arbusto da família Rhamnaceae . É nativa da Europa , ao norte da África e oeste da Ásia , a partir de Irlanda e Grã-Bretanha do norte a 68 ° N na Escandinávia , a leste para o centro da Sibéria e Xinjiang , no oeste da China , e do sul ao norte do Marrocos , Turquia , eo Alborz e Montanhas do Cáucaso , no noroeste da sua gama (Irlanda, Escócia), é rara e dispersa. Além disso, é introduzida e naturalizada no leste da América do Nort Taxonomia e nomenclatura Alder Espinheiro foi formalmente descrito por Linnaeus em 1753 como Rhamnus frangula . Ele foi posteriormente separado por Philip Miller em 1768 para o género Frangula na base das suas flores hermafroditas com uma corola de cinco separaram (dióico, e quatro repartidos Rhamnus ); esta restaurou o tratamento de pré-autores Linnaean, nomeadamente Tournefort . [ 8 ] Apesar de muito disputado, historicamente, a separação de Frangula de Rhamnus é hoje amplamente aceito, sendo apoiada por dados genéticos recentes [ 9 ] embora algumas autoridades ainda mantêm o gênero dentro de Rhamnus (por exemplo, os Flora da China [ 7 ] ). O nome do género Frangula refere-se à madeira quebradiço. Ambos os nomes de espécies em inglês e científico se referir a sua comumente crescendo junto com amieiros ( Alnus ) em locais úmidos. Ao contrário de outros "buckthorns", Alder Espinheiro não tem espinhos. [ 10 ] [ 11 ] Outros nomes gravados incluem glossy espinheiro e quebra espinheiro, historicamente, foi chamado às vezes "Dogwood" através da confusão das folhas com as de Dogwood Cornus sanguinea

Frangula azorica Tutin é uma espécie de plantas da família Rhamnaceae

Frangula azorica Tutin é uma espécie de plantas da família Rhamnaceae conhecida pelo nome comum de sanguinho, endémica nos Açores, onde ocorre em todas as ilhas, com excepção da ilha Graciosa. Descrição[editar] Apresenta-se como uma árvore de folhagem caduca que pode atingir os 10 metros de altura. Tem folhas grandes, largas, elípticas e acuminadas, com nervuras laterais paralelas, pubescentes na página inferior. As flores desta árvore são pequenas, amareladas e os frutos em forma de drupas são avermelhados ou negro-purpúreos quando maduros. Apresenta floração entre Maio e Julho. Esta planta apresenta madeira dura e de tom avermelhado, no entanto não há registos da sua utilização.

Conheça historias de quem emagreceu