Facebook

Hortelã

Hortelã

Hortelã estimula aparelho digestivo e tem propriedades anestésicas Famosa por enfeitar pratos e dar um sabor extra à comida, a hortelã tem mais um motivo para estar sempre na geladeira de casa: possui propriedades terapêuticas que dão à erva status de planta medicinal. "A hortelã estimula o aparelho digestivo e tem também propriedades anestésicas", afirma Dan Linetzky Waitzberg, médico nutrólogo do Hospital Santa Catarina. Segundo ele, para obter uma infusão com efeito antiespasmódico, basta ferver 3 g de hortelã em 100 ml por não mais de cinco minutos. "O chá combate dores de barriga e prisão de ventre." A hortelã também pode servir para emplastros anestesiantes por conta do mentol, substância presente na erva que dá a sensação de refrescância. "Folhas amassadas da erva podem ser colocadas em cima de picadas de inseto, por exemplo", diz. Além disso, a hortelã é rica em vitaminas C e A, cálcio e ferro. "A vitamina C é um antioxidante poderoso e ajuda a sintetizar o colágeno. A vitamina A faz bem para a pele, os cabelos e os ossos. O cálcio atua na formação de ossos e dentes, e o ferro faz bem para o sangue", observa Silvia Barreto Nogueira, professora de nutrição do Senac-SP. No entanto, não adianta achar que o consumo de hortelã vai suprir as necessidades desses nutrientes. "A erva pode ser usada apenas como complemento nutricional, pois uma quantidade muito pequena dela é usada no preparo dos alimentos", pontua Silvia. Mesmo não sendo considerada fonte de nutrientes, a hortelã pode e deve ser usada na cozinha à vontade. "O sabor e o aroma marcantes dão muita personalidade aos pratos. Assim, esse lado gastronômico da erva deve ser explorado. A hortelã pode ser usada em molhos, saladas e sucos e como tempero de carnes

Hortelã – Mentha SP

Chamamos de hortelã, as espécies do gênero Mentha e seus híbridos sendo que as mais cultivadas são a Mentha arvensis e a híbrida Mentha x piperita. A hortelã é uma erva mundialmente conhecida e largamente utilizada na indústria farmacêutica, cosmética e de alimentos, seja como planta medicinal ou como aromatizante. As folhas são oval-lanceoladas e serrilhadas, de cor verde a arroxeada, um tanto pilosas e têm um forte aroma refrescante. De seu óleo essencial se extrai o mentol. As flores são numerosas e roxas e se apresentam em inflorescências terminais do tipo espiga. É indispensável na Culinária Árabe, temperando diversos pratos, como esfihas, quibe e tabule. A aplicação da hortelã na culinária contemporânea também aumenta a cada dia em combinações inusitadas e saborosas, como sorvetes, sucos, drinques e doces. As hortas domésticas merecem esta valiosa plantinha, que tem diversas utilizações, seja na medicina popular, seja na cozinha. É contra-indicada para crianças pequenas e mulheres grávidas e lactantes. Seu cultivo é fácil, pois ela é muito rústica. O solo deve ser fértil e enriquecido com matéria orgânica para uma boa produção. As regas devem ser regulares, deixando o solo permanentemente úmido, porém sem encharcamento. Tolera geadas. Multiplica-se facilmente por rizomas, sementes e divisão da planta.

Como comprar e conservar a hortelã?

Como comprar e conservar a hortelã? Escolha os ramos com folhas bem verdes e inteiras. Prefira os que estiverem secos. A água aumenta o processo de deterioração da erva. Conserve na geladeira em um saco plástico fechado. Quando as folhas ficam amareladas, já não estão boas para o consumo. Posso plantar em casa? Sim, a hortelã é uma planta duradoura que vai bem dentro de casa. Pode ser plantada inclusive em vasos pequenos. Existe alguma contra-indicação? Sim. A hortelã não é indicada para crianças. A erva costuma irritar a mucosa e pode causar até falta de ar.

Propriedades do Chá de Hortelã

Quando o assunto são plantas medicinais, é possível afirmar que a hortelã está entre as mais conhecidas e utilizadas. Essa folhinha saborosa, encontrada facilmente em hortas e quintais, possui diversas propriedades terapêuticas. A erva atua como calmante e analgésico, além de melhorar a digestão e estimular o funcionamento do sistema respiratório. E para aproveitar esses benefícios, nada melhor que uma xícara de chá de hortelã. Para que serve o Chá de Hortelã O chá de hortelã pode ser utilizado no tratamento de diversos problemas. A bebida pode ser utilizada para: combater os problemas digestivos, bem como os gases e a azia; aliviar os sintomas de doenças respiratórias; eliminar aftas e outras inflamações na boca; controlar os níveis de colesterol no sangue; atenuar as cólicas menstruais. Por todas essas razões, vale a pena ter sempre um pouco de hortelã em casa. Além de benéfico, o chá de hortelã é saboroso e tem um aroma delicioso. Como preparar o Chá de Menta Preparar o chá de menta é muito simples! Para fazer a bebida em casa, você precisará de: 1 colher (sopa) de folhas de hortelã picadas 1 xícara (chá) de água A dica para aproveitar as propriedades da erva é ficar atento ao tempo de infusão. Ferva a água e depois despeje sobre as folhas do hortelã. Tampe a mistura e deixe descansar por um período entre 5 e 10 minutos. Depois coe e tome o chá ainda morno. Se for necessário, adoce com um pouco de mel. Dicas do Receitas e Nutrição Agora que você já sabe preparar o chá de hortelã, veja algumas dicas interessantes sobre o uso da erva: Você também pode ficar mais bonito(a) com o chá de hortelã. Espera a mistura esfriar e aplique sobre a pele com um algodão. O chá funciona como um tônico, que acalma e limpa a superfície da pele; Outra forma de consumir o chá de hortelã é preparando um delicioso suchá. Bata o chá pronto com alguma fruta de sua preferência. Pode ser abacaxi, melancia, melão ou outros ingredientes. Peneire, adoce e está pronto para servir.

Conheça historias de quem emagreceu