Facebook

Chá de Carrapicho

Chá de Carrapicho

Trata-se de uma herbácea ou arbusto perene, lenhoso, apresentando caule piloso o qual atinge até cerca de um metro e meio de comprimento, retos nas extremidades, com estípulas acuminadas, lanceoladas, oblíquo-triangulares e estriadas longitudinalmente, ligeiramente aderentes a base dos pecíolos. As folhas são compostas e trifolioladas, estipuladas, pecioladas, com folíolos obovados. As inflorescências são dispostas em racemos terminais, com flores roxas, róseas, às vezes brancas. O fruto é uma pequena vagem séssil, pubescente, de 2 centímetros, de coloração castanha. Nome Científico: Desmodium adscendens DC. Sinonímia: Meibomia adscendens Kuntze; Desmodium arinense Hoehne; Desmodium caespitosum DC.; Desmodium ellipticum Macfd.; Desmodium obovatum Vog.; Desmodium oxalidifolium Don.; Desmodium racemiferum DC.; Desmodium vogelii Steud. Nome Popular: Carrapicho, Carrapicho-de-beiço-de-boi, Amor-agarrado, Amor-do-campo, Amorico, Amores-do-campo, Amorzinho-seco, Carrapichinho, Marmelada de Cavalo, Pega-pega e Trevinho-do-campo, em português.

CHÁ CARRAPICHO - CIA DA MATA

Chá da Companhia da Mata. Calmante, limpeza do organismo, amplificação da capacidade do organismo de se defender, entre outros. Podem ser ingeridos quentes ou frios. Ideais para qualquer momento do dia. rata-se de uma herbácea ou arbusto perene, lenhoso, apresentando caule piloso o qual atinge até cerca de um metro e meio de comprimento, retos nas extremidades, com estípulas acuminadas, lanceoladas, oblíquo-triangulares e estriadas longitudinalmente, ligeiramente aderentes a base dos pecíolos. As folhas são compostas e trifolioladas, estipuladas, pecioladas, com folíolos obovados. As inflorescências são dispostas em racemos terminais, com flores roxas, róseas, às vezes brancas. O fruto é uma pequena vagem séssil, pubescente, de 2 centímetros, de coloração castanha. Nome Científico: Desmodium adscendens DC. Sinonímia: Meibomia adscendens Kuntze; Desmodium arinense Hoehne; Desmodium caespitosum DC.; Desmodium ellipticum Macfd.; Desmodium obovatum Vog.; Desmodium oxalidifolium Don.; Desmodium racemiferum DC.; Desmodium vogelii Steud. Nome Popular: Carrapicho, Carrapicho-de-beiço-de-boi, Amor-agarrado, Amor-do-campo, Amorico, Amores-do-campo, Amorzinho-seco, Carrapichinho, Marmelada de Cavalo, Pega-pega e Trevinho-do-campo, em português.

Princípios Ativos CHÁ CARRAPICHO

Princípios Ativos: São pouco conhecidos. Indicações e Ações Farmacológicas: Popularmente esta espécie é tida como medicinal e forrageira. Um estudo realizado na França investigou alguns efeitos farmacológicos do extrato etanólico das folhas de Desmodium adscendens, uma planta tradicional da medicina africana, sobre o sistema nervoso central. O extrato da planta induziu a hipotermia e efeito analgésico em ratos. O D. adscendens suprimiu a fase tônica de indução de convulsão mortalidade por pentilenotetrazol (PTZ) em ratos. Além disso, o extrato da planta retardou o ataque promovido pelo PTZ e ataque generalizado no sistema límbico induzido pelo ácido kainico. Em contraste, o extrato da planta não afetou a convulsão tônica induzida por eletrochoque máximo em ratos ou a progressão dos ataques límbicos para com o estado epiléptico do rato (N'gouemo P, Baldy-Moulinier M, Nguemby-Bina C., 1996). Outro estudo avaliou os efeitos dos extratos de D. adscendens, usado em Gana, África, no tratamento da asma, sendo considerado anti-anafilático in vitro. Como o material da planta é administrado oralmente, in vivo, estudos das propriedades anti-anafiláticas foram avaliadas no porquinho da Índia. Os resultados mostraram que ambos os extratos aquoso e etanólico de D. adscendens quando administrados oralmente, reduzem as contrações anafiláticas, interferindo com as contrações induzidas por histamina, e reduz a concentração das substâncias que estimulam o músculo liso, avaliado no tecido pulmonar do porquinho da Índia (Addy ME, Awumey EM., 1984).

Desmodium incanum - Carrapicho-beiço-de-boi

Desmodium incanum - Carrapicho-beiço-de-boi Nomes populares Carrapicho-beiço-de-boi, agarra-agarra, amor-de-vaqueiro, amor-do-campo, amor-seco, amores-de-vaqueiro, amores-do-campo, amorzinho-seco, barba-de-boi, beiço-de-boi, carrapichinho, carrapicho, carrapinho-de-favinha, carrapicho-miúdo, fucinho-de-boi, manduvarana, marmelada-de-cavalo, mata-pasto, mela-bode, pega-pega, trevinho-do-campo Nome científico Desmodium incanum DC. Basionônio Hedysarum incanum Sw. Sinônimos Aeschynomene incana G. Mey. Desmodium ancistrocarpum Vog. Desmodium canum (J. F. Gmel.) Schinz & Thell. Desmodium diversifolium Schlecht. Desmodium frutescens Schindl. Desmodium supinum DC. Desmodium racemiferum DC. Hedysarum canum J. F. Gmel. Hedysarum frutescens Jacq. Hedysarum racemosum Aubl. Hedysarum supinum Sw. Meibomia cana Blake Meibomia incana Vail Meibomia supina (Sw.) Britton Família Fabaceae-papilionoideae Tipo Nativa, endemismo desconhecido. Descrição Erva prostrada, ereta a subarbusto; estípula estreito-triangular, livre ou fundida, ciliada, persistente, 8-10mm compr. Folha trifoliolada; pecíolo de 2-5mm compr.; raque 2-6mm compr.; estipela linear-triangular, 2-4mm compr.; folíolo terminal elíptico, oval, basal estreito-elíptico, elíptico, ápice agudo, retuso, obtuso, base obtusa, cuneada, face adaxial pubérula a esparso-pubérula, face abaxial cinéreo-vilosa, principalmente sobre as nervuras e na margem, terminal 2,2-5×0,7-3,5cm, lateral 1,9-4,8×0,7-2,3cm. Inflorescência racemosa, terminal, raro axilar, eixo principal uncinado, 5,2-22cm compr.; bráctea estreito-triangular a lanceolada, persistente, 1,5-3mm compr.; pedicelo 3-7mm compr., corola branca, lilás a rósea, flor em pré-antese 4mm compr.; lacínios do cálice triangulares, externamente pubérulos; estandarte orbicular-depresso a reniforme, ápice obcordado, base reniforme 5-7×6-9mm, asas largo-elípticas, 5-7×3mm, pétalas da quilha elípticas, 2-6×2mm compr.; estames monadelfos; ovário hirsuto, estilete curvado, estigma punctifome. Lomento com sutura superior reta, inferior sinuosa; artículos (1-)-5-(-7), quadrangulares, achatados, levemente reticulados, uncinado-hirsutos, istmo submarginal, estípite 5-10mm compr. (NOBRE, 2008, p. 8). Característica Caracteriza-se por apresentar folíolo com superfície abaxial cinéreo-vilosa, estípulas soldadas de cor parda, eixo da inflorescência terminal e ereto e os artículos do lomento geralmente cinco e quadrangulares (NOBRE, 2008, p. 8). Espécie muito difundida e polimorfa. Apresenta variações morfológicas marcantes, mas pode ser facilmente identificada por características das estípulas soldadas, inflorescência e lomento, que são constantes ( p. 123). Floração / frutificação Floresce de outubro a maio, frutificando no mesmo período. Dispersão Epizoocoria Hábitat Planta heliófita, predominando em campos sujos, arbustivos, trilhas, capoeiras e margens de estradas, mas pode ser encontrada também em trilhas de áreas em estado avançado de regeneração, ocorre na Caatinga, Cerrado, Pampa e Pantanal. Na Mata Atlântica ocorre em Formações Campestres, Floresta Estacional Semidecidual e Restinga, ocorre também como ruderal. Distribuição geográfica Norte (Pará, Amazonas, Acre), Nordeste (Maranhão, Ceará, Paraíba, Pernambuco, Bahia), Centro-Oeste (Mato Grosso, Goiás, Mato Grosso do Sul), Sudeste (Minas Gerais, Espírito Santo, São Paulo, Rio de Janeiro), Sul (Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul) (LIMA, 2010). Etimologia Propriedades Fitoquímica Fitoterapia Na medicina popular, esta planta é utilizada nos seguintes casos: a infusão das folhas é antigonorréica, a parte aérea é usada em problemas dos ovários, e toda a planta é utilizada contra asmas, bronquites, e afecções dos rins. As folhas também servem contra amarelão, como diuréticas e em problemas dos rins. A raiz é usada em problemas do sangue, rins, da bexiga e da próstata, também segurando a urina frouxa das crianças. Fitoeconomia Apresenta excelentes propriedades forrageiras, podendo ser consorciada com gramíneas, é aceita pelo gado tanto verde como seca em forma de feno. Injúria É também uma planta daninha freqüente em quase todo o Brasil, encontrada em gramados, beira de estradas e culturas perenes, suas vagens aderem firmemente à roupa.

Conheça historias de quem emagreceu