------------------------

cha de buchinha.

Relativamente ao uso da Buchinha do Norte.
Ao que pude apurar, a dose terapêutica é de 1/4 (um quarto - uma parte duma buchinha partida em quatro) de buchinha para um litro de água, não ferver, Juntar água bem quente e deixar em infusão de um dia para o outro (cerca de 8 a 10 horas). Usar SÓ 25 a 30 gotas.
Ao mesmo tempo a pessoa deve-se fornecer de carvão activado (usado, em cápsulas ou comprimidos, para diarreia e gases intestinais) que deve começar a tomar 8 a 12 horas depois de tomar a buchinha, ou antes se tiver dores de cabeça, para evitar o envenenamento devido à buchinha.
Quanto à buchinha do norte eu aconselho tomar apenas uma vez ao dia e esperar 48 horas pelos resultados... Se não houver resultados, voltar a tomar, no dia seguinte, reforçando a dose com mais algumas gotas, poucas; e voltar a esperar 48 horas, tomando sempre o carvão ao fim de 8 ou doze horas. É que o efeito do envenenamento ocorre passadas mais de 24 horas e por isso não se pode facilitar na dose nem usar mais do que uma vez ao dia.
Não se devem fazer misturas com a buchinha, não me parece prudente.
Se não houver resultados ao fim de 3 ou 4 tomas, apenas se pode e deve tomar artemísia, losna, 1 litro por dia, todos os dias, para facilitar o efeito.
Nunca tomar a buchinha par atrasos menstruais, sem gravidez confirmada (não apenas suspeita).

------------------------

BUCHINHA DO NORTE - EMERGÊNCIA.

BUCHINHA DO NORTE - EMERGÊNCIA
Deve começar a tomar, imediatamente, o carvão vegetal activado. É um medicamento de venda livre que se compra em Farmácias, qualquer Farmácia, e lojas afins. Usa-se para diarreia e gases intestinais. Pode ter outro nome.

Se não acha o carvão vegetal activado use carvão mesmo: faça uma pasta com farinha e água, esmague o carvão ou moa no moinho das especiarias (o equivalente a um comprimido dos mais pequenos) enrole com a pasta de farinha e engula.

Se está na fase de vomitar tudo, coloque uma colher de sobremesa de água oxigenada num copo de água e beba 4 a 5 goles de cada vez. Se vomitar, melhor; volta a beber do copo de água com água oxigenada. Quanto mais vomitar menor é a hipótese de lhe fazer mal.
Depois beba pequenas quantidades de leite e comece a tomar o carvão vegetal activado.
Deve tomar durante alguns dias, seguindo as indicações da embalagem.

Se estiver grávida e abortar, previna-se para hemorragias. Deve ter à mão cavalinha (erva para chá), que tem o nome científico: equisetum arvense e ajuda a parar a hemorragia. Também deve prevenir-se com um bom tratamento para anemia. Ajuda no caso de hemorragia e evita as piores consequências.

Tenha em conta que a buchinha fica a fazer efeito no organismo durante 48 horas ou mais. Por isso não facilite no tratamento lá porque não se sente muito mal. A situação ainda pode piorar e vale mais prevenir. Nada do que aqui é indicado lhe pode fazer mal, mesmo que tome sem necessitar.
Se a situação piorar muito e tudo isto não for suficiente, vá ao hospital. Se chatearem demasiado, mande-os catarem-se e diga que fui eu que disse.

------------------------

A buchinha.

A buchinha.

A buchinha (Luffa operculata) é uma planta cucurbitácea originária da América do Sul e nativa do Brasil. Sua aparência é semelhante a da bucha de banho, mas apresenta um tamanho menor (cerca de 8 cm). Os frutos da buchinha apresentam esteróides semelhantes aos hormônios femininos e seu uso pode causar aborto. Tem causado vários casos graves de intoxicação, inclusive alguns levando ao coma ou até à morte foram registrados em virtude do uso indiscriminado do chá da planta como abortivo. Os sintomas após a ingestão do chá são caracterizados por intensas dores abdominais e hemorragias.
Na medicina popular, essa planta também tem sido utilizada no tratamento da sinusite através da aspiração do infuso do fruto. Por ser altamente tóxica, seu uso tem acarretado sérias hemorragias nasais em vários pacientes por falta de conhecimento do manuseio.

------------------------

Contracepção e Aborto. A Pílula do Dia Seguinte .

Contracepção e Aborto. A Pílula do Dia Seguinte
Beldroegas (portulaca oleracea). Uma planta que, segundo se diz, também é abortiva; provoca Contracções e aborto. Contudo o seu consumo é recomendado para prevenir doenças, tal como muitas outras plantas abortivas.

A Pílula do Dia Seguinte (PDS) é um medicamento destinado a evitar a gravidez em situações de emergência, SÓ.
A pílula do dia seguinte não pode nem deve ser usada como método contraceptivo normal, nem mesmo no caso de a mulher ter relações sexuais esporadicamente (muito pouco frequentes).

1 - A pílula (PDS) não funciona como abortivo...

Mas sim como preventivo da gravidez. A sua função é impedir a fecundação, dificultando o encontro do espermatozóide com o óvulo. Se a fecundação já tiver ocorrido quando se toma a pílula esta provoca descamação do útero e impede a implantação do óvulo fecundado. Por isso a PDS deve ser tomada nas primeiras horas após a relsação sexual para agir antes da fecundação ou logo após, sendo a fecundação recente e antes da fixação do óvulo no útero.

2 - A PÍLULA DO DIA SEGUINTE (PDS) SÓ DEVE SER TOMADA...

Em situações de extrema urgência, após uma relação acidental sem uso de anticoncepcional diário ou de preservativo (camisinha) ou se, usando preservativo, houver indícios de que este possa ter falhado.
Também é usada (e adequada) em casos de violação (violência sexual).
A pílula do dia seguinte não deve ser usada regularmente como método anticoncepcional

3 - SE FOR TOMADA FREQUENTEMENTE, A PROBABILIDADE DE FALHA AUMENTA

Se a pílula do dia seguinte (PDS) for tomada regularmente isso aumenta a probabilidade de gravidez indesejada.

4 – EFEITOS SDECUNDÁRIOS E CONTRAINDICAÇÕES DA PDS.

A PDS pode causar dores de cabeça, alteração no ciclo menstrual e enjôos (ou seja: alguns dos sintomas atribuídos à gravidez). No caso de ocorrerem diarreia ou vômito, nas duas primeiras horas após a ingestão, deve-se repetir a toma para garantir que a pílula permanece no organismo o tempo suficiente para produzir efeito...
A PDS é contraindicada para pessoas com diabetes, problemas cardíacos, circulatórios e de hipertensão.
As mulheres que tomem antibióticos ou calmantes, por exemplo, devem evitar o recurso à PDS, porque o risco de gravidez, nesses casos, pode ir até 22% (em vez dos 5% definidos para situações normais).

------------------------

Chas

  • cha verde emagrece

    Chas


    Noticia painel seguro