------------------------

cha de graviola.

Chá de Graviola para Melhorar a Digestão
Um excelente remédio caseiro para melhorar a digestão é o chá de graviola. Para preparar este chá é preciso 10g de folhas de graviola e 1 xícara de água.

As folhas de graviola devem ser adicionadas na xícara com água fervente. A xícara deve ser tampada, para que o chá descanse durante 10 minutos. O chá deve ser bebido puro ou adoçado com uma colher pequena de mel.

O chá deve ser bebido várias vezes ao longo do dia, de preferência beber no mesmo dia em que for preparado para manter as propriedades terapêuticas da graviola. O uso do chá de graviola não é recomendado para mulheres grávidas ou em fase de amamentação.

A graviola de nome científico Annona muricata L., é um fruto comum no Brasil, e o chá de suas folhas além de ser usado para melhorar a digestão, também auxilia no tratamento de problemas do fígado, depressão, hipertensão e enxaquecas.

------------------------

Como fazer o chá de folha de graviola.

Como fazer o chá de folha de graviola

O chá de graviola é muito usado na medicina alternativa, pois é considerado um excelente fármaco natural. Os seus benefícios são largamente conhecidos para combater insónias, tratar gripes e resfriados, ajuda a resolver problemas de prisão de ventre, auxilia no tratamento de diabetes e ajuda o organismo a libertar-se de algumas células cancerígenas.
Para fazer o chá, leve a ferver 1 litro de água e de seguida, deite duas colheres de sopa de folhas de graviola picada. Deixe ferver durante 2 minutos e abafe cerca de 10 minutos. Coe e beba quente ou frio, consoante o gosto.

------------------------

Chá de graviola cura o câncer?

Chá de graviola cura o câncer?

A graviola ou Annona muricata, L é uma dicotiledônea da família Anonaceae. É conhecida em espanhol como aguanábano, em inglês como soursop e é corossolier em francês.

Agora, ao que interessa começando com uma notícia pouco animadora:

"Se um dia você ouvir falar que foi encontrada a cura do câncer, não leve a sério.

O que chamamos de câncer é, na verdade, um conjunto de mais de cem patologias que, em comum, têm apenas a célula maligna."

É o que diz o médico Dráuzio Varela no artigo A cura do câncer publicado na Folha de São Paulo do dia 26 de junho de 2004 (Caderno Ilustrada, página E12).

A mensagem, que circula desde março de 2003, começa com uma pessoa se dizendo conselheiro da CIESP-Zona Norte e logo surgem as perguntas: o quê? de onde?

CIESP é a sigla de Centro das Indústrias do Estado de São Paulo, mas essa resposta traz outra pergunta: que autoridade tem um conselheiro da CIESP para garantir os propalados efeitos milagrosos da graviola ou da jurubeba?

Essa eminente autoridade não se identifica nem assina a mensagem. É como se bastasse um suposto cargo de entidade paulista, cargo esse ocupado por pessoa não identificada, para assegurar os efeitos milagrosos da hortelã da folha miúda. Ou da graviola. Tanto faz.

Como se não bastasse o anonimato do contador da história, ele também não menciona o nome do nosso diretor nem tampouco o nome da mulher dele - do diretor - que viveu essa inédita experiência. Também não existe nenhuma informação confiável a partir da qual se possa conferir a existência das pessoas (quase :-) mencionadas.

Esse é o típico boato: não sei quem falou que não sei quem, mulher de não sei quem, viveu, em um lugar indeterminado e não sabido, uma experiência inédita: não sei se pesquisando na Internet, mas a noticia estava num site ou revista alemã/ americana (?) e intitulava-se CANCER "MAGIC BULLET" DISCOVERED (chi, agora me lembro: era em inglês :}...

Que história mais mal contada...

Antes de continuar: pode até ser que a graviola sirva de remédio para alguma coisa, mas bastaria esse conjunto de indeterminações para comprometer a validade da informação fornecida.

O fato é que, à primeira vista, a mensagem parece um spam de propaganda de produtos derivados da graviola, mas nenhum dos links nela contidos remete a sítios de venda de medicamentos, chás, mezinhas ou coisas equivalentes.

------------------------

Como fazer um chá de folhas de graviola.

Como fazer um chá de folhas de graviola
Carlinhos Medeiros

Vou ensinar como desidratar e preparar o chá da folha da graviola.

Outro dia recebi um email de um médico amigo meu, anestesista e professor de português, contendo um artigo de um médico naturalista falando sobre os vários benefícios do chá da folha da graviola, inclusive como um potente inibidor de células cancerígenas, entre mil e outras coisas.

Depois eu estive nas buscas do Google (sou viciado em buscas do Google) para ver quantos links apontavam para o título do artigo, e descobri que já são 6.410 links, a maioria com a mesma história, postado em vários blogues e fóruns, promovendo um grande debate sobre o assunto.

Uns dizem que tudo não passa de um spam de alguém interessado em vender o extrato da erva, outros dão testemunhos de cura, por fim, encetada à pendenga, ninguém ensinou como fazer o bendito chá.

Eu parto da seguinte primícia, de que todos os remédios alopáticos da medicina ocidental são desenvolvidos à base de elementos naturais extraídos, em sua maioria, dos nossos conhecidos vegetais.

Outra coisa que não devemos esquecer, e aí vamos tocar num assunto muito perigoso e delicado, são os cartéis das indústrias químicas e farmacêuticas que não estão nenhum pouco interessadas em descobertas que possam ameaçar os lucros estratosféricos que as mazelas do mundo lhes auferem diariamente.

Em todo caso, ante de ensinar como processar as folhas para fazer o chá, vou deixar um vídeo aqui com uma matéria exibida no Globo Repórter, com depoimentos de pessoas que foram beneficiadas com a erva, e um artigo acadêmico aqui, que tira todas as dúvidas sobre a planta.

Para desidratar as folhas da graviola, em qualquer quantidade, faça o seguinte:
Colha as folhas mais tenras e deixe-as ao sol, de preferência na parte da manhã, entre 9 e10 horas, com o cuidado de não deixá-las queimar.

Quando estiverem enrolando, tire-as do sol, coloque-as em uma travessa de alumínio e leve-as ao forno previamente aquecido, por cinco minutos.

Vale lembrar que antes de tudo você deverá deixar o forno ligado durante 5 minutos em fogo alto, e na hora de colocar as folhas deverá baixar a chave para fogo brando.

Cinco minutinhos depois, verifique com a ponta de um garfo se estão desidratadas, estalando. Apague o fogo e deixe-as descansar no calor.

Após esfriar, pegue as folhas e triture-as com as mãos, depois acondicione em uma vasilha de vidro.

Preparação do chá: Ponha um litro de água para ferver, quando levantar fervura, apague o fogo e despeje uma colher das de sopa rasa de folha e deixe em infusão até esfriar.

Você poderá utilizar as folhas verdes, recém colhidas também. Ponha um litro de água para ferver com cinco folhas tenras da graviola. Depois de levantar fervura deixe-as cozer por cinco minutos. Apague o fogo, deixe esfriar e tome em pequenas porções, tipo meia xícara três vezes ao dia.

Espero ter ajudado a um monte de gente que ficou sem resposta sobre como fazer o chá da folha da graviola, e quebrado as indústrias farmacêuticas e as boticas oportunistas, pois graviola nasce até em monturos aqui do nordeste.

------------------------

Chas

  • cha verde emagrece

    Chas


    Noticia painel seguro