------------------------

cha de guaco.

Guaco ajuda a respirar melhor
Por Karla Precioso postado em 05/06/2011 às 16h00Comentários (0)
Quem nunca ouviu falar que um bom xarope dessa erva é tiro e queda contra tosse, asma e bronquite? A vovó já dizia isso e tinha toda razão! A ciência comprovou suas propriedades medicinais e atestou seu efeito broncodilatador e expectorante. A planta, também conhecida como erva-da-serpente, cipó-catinga ou erva-de-cobra, concentra em suas folhas a cumarina, a substância de onde vem o seu cheiro característico (semelhante à baunilha) e o poder de abrir os pulmões. Não é à toa que o guaco carrega a fama de deixar o ar circular livre pelo peito e pelo nariz. Aprenda como tirar proveito dessa maravilha natural.

04 efeitos que aliviam

Segundo uma pesquisa da Universidade Federal do Ceará, o chá ou o xarope de guaco agem provocando quatro efeitos simultâneos, que trazem muito alívio:

Broncodilatador: dilata os brônquios, os canais que levam o ar aos pulmões.

Béquico: isso quer dizer que inibe a tosse seca (sem secreção).

Expectorante: acelera o movimento dos cílios que revestem os canais respiratórios, ajudando a eliminar o catarro.

Balsâmico: ajuda a dissolver a secreção que se acumula nos pulmões, facilitando sua eliminação.

Ação garantida

Depois de colhidas, as folhas devem ser usadas em no máximo 12 horas, senão perdem os princípios ativos.

Xarope contra tosse

Derreta 250 g de açúcar mascavo e acrescente 1 litro de água e 1 xícara (chá) de folhas frescas. Ferva até formar uma calda. Adultos devem tomar 1 colher (sopa) 3 vezes ao dia, e crianças, 1 colher (sobremesa), também 3 vezes ao dia.

------------------------

Xarope Caseiro de Guaco.

Xarope Caseiro de Guaco
INGREDIENTES
1 xícara de açúcar
1 litro de água fervendo
9 folhas de guaco lavadas e higienizadas
1 xícara de mel
MODO DE PREPARO
Caramelizar a xícara de açúcar em uma panela funda
Após dourar o açúcar colocar o litro de água fervendo
Colocar as folhas de guaco e mexer bem até desmanchar bem o açúcar
Tampe a panela de deixe ferver por uns 20 minutos as folhas do guaco tem que ficar amolecidas
Deixe esfriar e após passe no coador
Depois de frio acrescente o mel e misture até ficar homogêneo
Tome 1 a 2 colheres de sopa antes de deitar

------------------------

XAROPE DE GUACO UTILIZAÇÃO USO.

XAROPE DE GUACO UTILIZAÇÃO - USO
Para tratar tosse e bronquite.

INGREDIENTES
- 5 a 6 folhas do guaco

- 1 xícara de chá de açúcar

- 1 xícara de àgua

PREPARAÇÃO
- Colocar em uma panela o açúcar em fogo baixo até derreter, acrescente uma xícara de água fervente e ponha as folhas de guaco. Desligue o fogo e coloque um prato para abafar. Sirva quente.

POSOLOGIA
- Beber o chá 3 vezes ao dia.

------------------------

O guaco Mikania glomerata Spreng.

O guaco (Mikania glomerata Spreng.) é um tipo de planta medicinal utilizado contra gripe, rouquidão, infecção na garganta, tosse, bronquite. Pertence a família das compostas e tem sua distribuição como espécie nativa no sul do Brasil, de São Paulo ao Rio Grande do Sul. É uma trepadeira volúvel, glabra. Folhas simples, opostas, ovadas e oblongo-lanceoladas, de base obtusa e ápice agudo, de até 15 cm de comprimento e 7 cm de largura, com três nervuras bem evidentes, pecioladas, carnoso-coriáceas, verde-brilhantes na face superior, mais pálidas na inferior. Flores hemafroditas, reunidas em número de quatro capítulos, iguais entre si, de papus branco e corola tubulosa, de cor branco-creme; capítulos agrupados em ramos espiciformes congestos, ou em glomérulos. Fruto tipo aquênio, glabro. Como composição química, possui compostos sesquiterpênicos, diterpênicos, estigmasterol, flavonóides, cumarinas, resina, tanino, saponina e guacosídeo.
Propriedades medicinais
A ciência já comprovou as propriedades medicinais do guaco e atestou seu efeito broncodilatador e expectorante1 2 . No inverno, quando aumenta incrivelmente a incidência de problemas do aparelho respiratório, por conta das gripes e resfriados, o guaco volta a figurar nas receitas caseiras.
A planta também conhecida como erva-de-serpentes, cipó-catinga ou erva-de-cobra. O guaco sempre foi muito conhecido pelos índios brasileiros, que usavam a planta para combater o veneno das serpentes (daí vêm alguns dos seus nomes populares). Ainda hoje, em algumas regiões do Brasil, o macerado das folhas é aplicado em forma de cataplasma sobre picadas de cobras e outros animais peçonhentos. Existe também a tradição de usar a planta fresca e nova (cujas folhas emanam um aroma intenso e agradável) para manter as cobras afastadas.
Pesquisas realizadas na Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) comprovaram os efeitos do guaco contra câncer, úlcera e afecção por microrganismo, além de prevenção da cárie e da placa bacteriana dos dentes3 .

------------------------

Chas

  • cha verde emagrece

    Chas


    Noticia painel seguro