------------------------

cha de jatoba.

jatobá, de nome científico Hymenaea courbaril L., é uma árvore que pode ser utilizada como planta medicinal, que pertence a família das Caesalpiniaceae.

Propriedades do jatobá

Possui propriedades: adstringente, antibactericida, antiespasmódica, antifúngica, anti-inflamatória, antioxidante, balsâmico, descongestionante, diurética, estimulante, expectorante, fortificante, hepatoprotetora, laxativa, tônica, vermífuga pois contém: taninos, flavonóides, óleo essencial, princípio amargos, oligossacarídeos, ácido copálico, alfa-trimetil, ácido naftaleno-carboxílico, ácido alfa-naftaleno-carboxílico, ácidos brasilicopálico, brasilicopalínico e brasilicopaloreseno, flavonóide astilbina, beta-sitosterol, beta-bourboneno, alfa-cadineno, hediquineno, alfa-himachaleno, humuleno, alfa-humuleno, beta-humuleno, beta-huroleno, alfa-muroleno, gama-muroleno, selinadieno, alfa-selineno, beta-selineno, taxifolino-rhamnosídeo, delta-cadineno, gama-cadineno, cariofileno, epi-catequina, ácido iso-enantio comúnico, copacanfeno, copaeno, cubebeno, copacanfeno, alfa-copaeno, beta-copaeno, alfa-cubebeno, ciclosativeno, ácido ent-eperua-dienóico, beta-gurjuneno.

Para que serve o jatobá

Cicatrizar feridas, asma, blenorragia, cistite, cólicas, vermes, doenças respiratórias, feridas na boca ou no estômago, como laxante, coqueluche, disenteria, má digestão, fraqueza, próstata, tosse, laringite, hemorragia.

Modo de uso do jatobá

Chá: Colocar 2 colheres de sopa das cascas de jatobá numa panela com 1 litro de água e deixar ferver por 15 minutos. Beber 3 xícaras ao dia.

------------------------

CHÁ DA CASCA DO JATOBÁ.

CHÁ DA CASCA DO JATOBÁ

Modo de preparar

1) Lavar as cascas.

Fatiar as cascas.

Cozinhar duas colheres das de sopa de casca fatiada em um litro de água.

Cozinhar por dez minutos.

Abafar.

Deixar amornar até chegar à temperatura apropria para beber.

Coar.

Quando e como usar

Indicação: Prostatite.

Modo de usar: Tomar duas xícaras de chá ao dia dura o tempo necessário à cura ou alívio.

Contra-indicação :

Não consta da literatura consultada. Porém, não se deve ultrapassar a dosagem.

Forma do Chá : Cozimento

Forma de Uso : Oral

Partes Usadas : Cascas

------------------------

Jatobá como remédio caseiro.

Jatobá como remédio caseiro

O jatobá como remédio caseiro é utilizado, principalmente, para dar vigor físico e controlar o açúcar no sangue. Esse fruto possui características interessantes. Lembra o formato de um tamarino, mas com a casca muito dura. O fruto em si é seco, quase em pó. Apesar do odor muito forte, é considerado saboroso. Muito comum no Caribe e na América do Sul, é facilmente encontrado na região do Cerrado brasileiro.

Propriedades medicinais

A maior concentração de propriedades está na casca do Jatobá. Cozida, transforma-se em um chá, que de forma eficaz, controla os níveis de açúcar no sangue. Este chá também pode ser usado para curar dor nas costas, controlar crises de diarreia, reduzir a fadiga, tratar constipação, bronquite, asma e laringite. É considerado, ainda, um ótimo remédio natural para combater problemas na próstata.

O especialista brasileiro em Medicina Herbal, o respeitado Dr. J. Monteiro Silva, observa que beber o chá da casca de jatobá é nutrir o organismo com um poderoso revigorante da força física, que também promove o apetite. J.Monteiro indica que desde 1930 é feito no Brasil o conhecido "vinho de jatobá". Trata-se de um extrato da casca, que é tradicionalmente bebido para intensificar o vigor, a vitalidade e a energia corporal. Era a bebida dada aos lenhadores, para que pudessem ter disposição física por todo o dia no cumprimento de seu labor.

O também especialista em hervas, mas da Guiana Inglesa (de onde o jatobá se origina), Fitz Ogle, endossa as declarações do brasileiro, e complementa: "Todas estas informações sobre o jatobá são exatas. Posso adicionar que seria muito difícil encontrar uma doença que não possa ser aliviada pelo uso do jatobá, sendo esse alívio de maneira direta, ou não". Ogle classifica a planta como "generosa" para a saúde humana.

Para quem vive no Centro-Oeste do Brasil, é fácil ter acesso a um pé de jatobá. Caso contrário, tanto a casca, quanto seu extrato, podem ser obtidos em lojas de produtos naturais. É importante falar com um herbalista para saber qual a dose recomendada para o caso que deseja tratar.

------------------------

Modo de usar jatobá.

Modo de usar jatobá.

Modo de usar:
- polpa é consumida "in natura" e na forma de geléias, licores, farinhas para pães, bolos e mingaus.
- polpa dos frutos, cozida e misturada com açúcar e leite quente: tosse, bronquite, asma, enfisema pulmonar, pés-de-atleta (frieira entre os dedos);
- resina: problemas no sangue, fortificante;
- decocção da casca e das folhas: dores de estômago, do peito e das costas, fraturas, vômitos com sangue, artrite, bursite, beri-beri, dispepsia, indigestão, diarréia, cólicas, febre, tosse, doenças pulmonares, cistite (não infecciosa);
- fruto: fortificante;
- chá do fruto: tosse, bronquite, dor de estômago e costas, sinusite, contusão antiinflamatório da garganta, vermes, diarréias;
- vinho da casca de jatobá: tônico e fortificante, antioxidante, rejuvenescedor.
Diarréias; disenterias; cólicas intestinais: coloque 1 colher de sopa de casca do ramo picada em 1 xícara de chá de água em fervura. Deixe ferver por 5 minutos, espere amornar e coe. Tome 1 xícara de chá, de 1 a 3 vezes ao dia.
Afecções das vias urunárias, cistite crônica ; prostatite : em 1 xícara de chá , coloque 1 colher de sopa de folhas fatiadas e adicione água fervente. Abafe por 10 minutos e coe. Tome 1 xícara de chá, 3 vezes ao dia.
Tosses; bronquites; catarros; asma; fraqueza pulmonar : coloque 1 colher de sopa de casca do ramo picada em 1 xícara de café de água em fervura. Deixe ferver por 5 minutos. Coe e acrescente 1 xícara de café de açúcar cristal. Dissolva bem o açúcar e adicione 1 colher de sopa de mel. Tome 1 colher de sopa, de 1 a 3 vezes ao dia. Para crianças das somente metade da dose. Este preparado deve ser guardado em geladeira, ou consumido em 3 dias.
Alimento natural : coma 1 colher de sopa da polpa do fruto, 1 vez ao dia, no período da manhã.
Posologia: Adultos: Consumo do fruto in natura pela manhã ou como farinha para preparos culinários, doces - fortificante. Consumo da polpa do fruto cozida e misturada com leite quente para afecçôes respiratórias.
6 a 12ml de tintura divididos em 2 doses diárias, diluidos em água: 2g de planta seca ou 4g de planta fresca (1 colher de sobremesa para cada xícara de água) de folhas e /ou cascas em decocto até 3 vezes ao dia, com Intervalos menores que 12hs em Uso interno para dores em geral, hemoptíase, afecções gastrintestinais, cólicas, cistites, doenças pulmonares; O decocto do fruto. é usado para afecções respiratórias, vermes e diarréias: O vinho medicinal da casca Cr) aperiente, t6nlco, fortificante e rejuvenescedor; A seiva é usada internamente, misturada com mel, nas afecções respiratória: A seiva também pode ser utilizada em ungüentos ou emplastros sobre áreas dolorosas: O pó da resina é usado nas hemoptíases

Farmacologia: Não foram encontrados relatos de pesquisas ou estudos clínicos que pudessem comprovar a utilização empirica da planta, mas seu grande conteúdo em princípios ativos revela um potencial medicinal grande.
Toxicologia: Sem toxidade nas doses recomendadas. A DLM é acima de 300ml para humanos acima de 60Kg. Os extratos etanolícos em doses (muito) maiores que a terapêutica.

------------------------

Chas

  • cha verde emagrece

    Chas


    Noticia painel seguro