------------------------

cha erva doce.

Os benefícios da erva-doce vão muito além do chazinho digestivo
Também conhecida como anis e funcho, ela é ma planta que floresce principalmente em terras russas. Segundo os egípcios antigos, teria poderes de afastar os pesadelos — daí o fato de, naquela época, muitos terem o hábito de dormir com a erva debaixo do travesseiro. Ainda hoje é usada para aromatizar esse tipo de almofadas, já que seu perfume também estimula o relaxamento do corpo.

Na culinária, seu maior uso é na forma de chá, porém é possível inclui-la crua ou cozida em saldas, sopas e purês.

Saiba os vários outros benefícios dessa erva tão doce…

- Alivia gases

- Combate a cólica intestinal

- Facilita a digestão

- Reduz o risco de câncer de mama e de ovário (*)

- Regula a pressão arterial

- Induz ao relaxamento

- Pode contribuir com o emagrecimento

(*) Os flavonoides presentes no bulbo e nos talos são semelhantes ao estrógeno e diminuem, portanto, o risco de câncer nas mulheres.

Erva magrinha…

100 g de erva-doce equivale a 17 colheres de sopa da erva seca que tem apenas 28 calorias

Rica em fibras, essa substância aplaca a fome, prevenindo os ataques de gula.

fonte: livro Novo Guia de Nutrição – Saúde é Vital!

------------------------

ERVA DOCE - Pimpinella anisum.

ERVA DOCE - Pimpinella anisum
O Anis (Pimpinella anisum) é uma planta da família das Apiaceae. Anteriormente chamada Umbelliferae, cuja fruta, em forma de semente (também chamada semente de anis), é usada em confeitaria e em licores de sabor anis (por exemplo, o Ouzo). A fruta consiste em dois pistilos unidos e tem um sabor aromático forte e um odor poderoso. A semente de anis também é usada em alguns caris e pratos com frutos do mar, contra mal hálito e como ajudante digestivo.

INDICAÇÃO: Chá de Erva Doce -> Enxaquecas de origem digestiva, cólicas menstruais e infantis, problemas cardiovasculares, asma, náuseas e vômitos durante a gravidez e para aumentar a produção de leite materno, acidez estomacal, bronquite, cólica intestinal, gases, palpitação, tosse crônica, vômito, Diminui a densidade e aumenta a fluência do muco dos pulmões.

COMO FAZER: Coloque 1 colher de sopa da erva para meio litro de água, ferver por 5 minutos. Tampe e deixe a solução abafada por cerca de 10 minutos. Em seguida, é só coar e beber.

COMO BEBER: Tomar de 2 a 3 xícaras ao dia.

------------------------

Erva-doce é diurética, combate o inchaço e ajuda a perder peso.

Erva-doce é diurética, combate o inchaço e ajuda a perder peso
Quem já não tomou um chazinho de erva-doce para melhorar as dores estomacais? Acho que quase todo mundo já provou essa gostosa infusão, né. Pois saiba que essa plantinha – também conhecida como funcho e anis – pode ajudar a emagrecer! É que ela é diurética e, por isso, combate o inchaço, contribuindo para a perda peso. Também é rica em fibras, o que ajuda a aplaca a fome. Além disso, é pouco calórica: 100 g têm só 28 calorias.

E os benefícios não param por aí! Essa verdura é calmante e auxilia em casos de asma, bronquite e tosse crônica. É bastante usada como anti-inflamatório. Quer mais? Regula a pressão arterial e reduz o risco de câncer de mama e ovários. Também combate os desconfortos gástricos e intestinais. "A erva-doce é outra boa opção para aliviar gases", diz o médico Norvan Leite, especialista em medicina, da Clínica Consciência, em São Palo, em entrevista à revista SAÚDE!.

Mas atenção! Durante a gravidez, é recomendado evitar o consumo excessivo da erva-doce. É que suas sementes podem desencadear contrações e levar ao aborto. Por isso, futuras mamães, cuidado!

Além dos chás, você pode usar essa hortaliça – crua o cozida – em saladas, sucos, risotos, sopas, purês e bolos. Quer aprender algumas receitinhas gostosas e diferentes? Então prove a erva-doce na salada de folhas verdes, no wrap com salmão e no suco com beterraba e maçã

------------------------

Compare os nutrientes e os benefícios de chás.

Compare os nutrientes e os benefícios de 14 chás
Os benefícios são diversos, desde melhorar a digestão até ajudar no controle do diabetes
Chás quentinhos são muito bem-vindos quando o termômetros despencam. Para aproveitar as vantagens terapêuticas que eles fornecem, no entanto, é preciso saber a forma correta de preparo. "Desligue o fogo assim que a água começar a ferver e acrescente duas colheres de sopa para um litro ou duas colheres de chá para cada 250 ml.

Abafe por três a cinco minutos e coe", explica a nutricionista Flávia Cyfer, do Rio de Janeiro. Ela ainda aconselha a armazenar sempre na geladeira ou na garrafa térmica e jamais reaquecer a bebida, porque parte de suas propriedades serão perdidas. Confira abaixo os benefícios de 14 chás diferentes e escolha o seu preferido!
Capim cidreira
Essa erva é aliada do sistema digestivo e ainda ajuda a aliviar gases. "É um chá ótimo para ser tomado depois das refeições por pessoas que tem problemas de digestão", conta a nutricionista Flávia Cyfer. A nutricionista Bruna Murta, da Rede Mundo Verde, também lembra que esse chá serve de calmante, como se fosse um sedativo natural.

------------------------

Chas

  • cha verde emagrece

    Chas


    Noticia painel seguro