------------------------

cha para baixar glicose.

verdades sobre o diabetes
Especialistas esclarecem dúvidas e revelam os verdadeiros perigos para os diabéticos
No Brasil, cerca de sete milhões de pessoas, acima de 18 anos, têm a doença. Um estudo recente da Sociedade Brasileira de Diabetes, aponta que mais de 60% deles não sabem que têm a doença. Disfunção metabólica crônica decorrente de uma deficiência de insulina - hormônio produzido pelo pâncreas - que pode ser causada por fatores genéticos ou em decorrência de maus hábitos de vida como sedentarismo e uma dieta desequilibrada, recheada, principalmente de açúcar.

O problema pode trazer perda ou aumento de peso, é fator de risco para problemas cardiovasculares e, nos casos mais graves, provocar falência de órgãos (rins, olhos) e até a morte. Apesar dos perigos, é completamente controlável.

"É uma doença crônica e deve ser tratada como tal, mas com informação e mudança de hábitos, dá para ser controlada e ter qualidade de vida", explica a nutricionista Patrícia Ramos, coordenadora do Hospital Bandeirantes. Pensando nisso, o MinhaVida conversou com especialistas para descobrir os mitos e verdades do diabetes para facilitar a vida de quem convive com a doença.
Diabetes é contagioso

Mito: o diabetes não passa de pessoa para pessoa. É preciso acabar com essa discriminação de que o diabético não pode ter emprego, amigos e vida social. O que acontece é que, em especial no tipo 1, há uma propensão genética para se ter a doença e não uma transmissão comum. "Temos exemplos de mães diabéticas que tem filhos totalmente saudáveis", explica a nutricionista.

2.Canela ajuda a controlar o diabetes

Mito: não tem nenhum estudo científico que comprove isso. Existem alguns estudos em relação à canela, porém são estudos preliminares, que merecem mais esclarecimentos para provar esse efeito satisfatório. "É melhor não seguir nada que não seja comprovado, afinal, trata-se de um problema crônico e qualquer descuido pode piorar a situação

------------------------

Chá verde para diminuir a glicose no sangue.

Chá verde para diminuir a glicose no sangue
Chá verde no tratamento da diabetes
Mais do que conhecidos são os benefícios oferecidos pelo chá verde para a saúde. Isso graças, aos seus compostos, pode ajudar em muitos problemas orgânicos, como a diabetes. Aparentemente, o chá verde contém substâncias que podem diminuir a glicose.
Taza de te verde Recentemente descobriu-se que o chá verde contém uma substância chamada epigalocatequina galato ou EGCG. Este composto, de nome muito difícil, traria muitos benefícios para aqueles que sofrem de diabetes.

Aparentemente, este catequina, EGCG, estimularia as células pancreáticas para produzir e secretar insulina em quantidades corretas para diminuir a glicose no sangue, e que este pode ser usado como combustível pela célula.

Esta acção seria altamente boa para aqueles que sofrem de diabetes tipo 2 ou não-insulino-dependentes, porque a característica principal deste tipo de diabetes é o esgotamento do pâncreas.

A diabetes é uma doença em crescimento que afeta milhões de pessoas, e por causa de suas complicações muitos deles morrem. Por isso, é importante encontrar alternativas naturais para o seu controle e redução, como por expmplo o chá verde.

Graças às investigações, soube-se que o chá verde é bom para diminuir o colesterol, emagrecer, tratar naturalmente o stress ea ansiedade. Bem, agora adiciona uma nova propriedade, diminuir a glicose no sangue.

------------------------

Chá para baixar a glicose.

Chá para baixar a glicose
A glicose (açúcar no sangue), por vezes sobe e há necessidade urgente de resolver esse problema. Exite uma forma natural de resolver a situação, tomando chá de graviola, que facilmente encontrará numa ervanária ou loja de produtos naturais.
Para preparar o chá, ferva 1 litro de água com 2 colheres de sopa bem cheias de folhas e talos de graviola.

Deixe ferver durante 2 minutos e depois reserve por 15 minutos. Coe e beba 3 chávenas de chá durante o dia. Meça os níveis de açúcar no sangue para controlar os resultados.

------------------------

Diabético pode consumir mel, açúcar mascavo e caldo de cana sem problemas.

Diabético pode consumir mel, açúcar mascavo e caldo de cana sem problemas

Mito: apesar de naturais, estes alimentos tem açúcar do tipo sacarose, maior vilã dos diabéticos. "Hoje, os padrões internacionais já liberam que 10% dos carboidratos ingeridos podem ser sacarose, mas sem o controle e a compensação, os níveis de glicose podem subir e desencadear uma crise", explica Patrícia. "O diabético até pode consumir, mas ele deve ter noção de que não pode abusar e compensar com equilíbrio na dieta", continua.

Alguns alimentos ajudam a controlar os níveis de glicose no sangue auxiliando o tratamento do diabetes

Verdade: Sim. Isso por conta do Índice Glicêmico (IG) dos alimentos. Quando um alimento tem o índice glicêmico baixo, ele retarda a absorção da glicose pelo sangue e, portanto estabiliza a doença. Mas, quando o índice é alto, esta absorção é rápida e acelera o aumento das taxas de glicose no sangue. "Alimentos integrais, iogurtes sem açúcar, maçã, pera, feijão, lentilha e manga, podem ser considerados indutores deste controle, por isso ajudam a amenizar os sintomas da doença, já os de alto índice, como batata e demais carboidratos, aumentam o problema", continua

A aplicação de insulina causa dependência química

Mito: a aplicação de insulina não promove qualquer tipo de dependência química ou psíquica. O hormônio é importante para permitir a entrada de glicose na célula, tornando-se fonte de energia. "No caso dos pacientes com diabetes tipo 1, não tem jeito eles são insulino-dependentes, e não porque ela cause esta dependência, mas pelo fato de sua deficiência ser crônica desde o nascimento", explica Patrícia.

"Não se trata de dependência química e sim de necessidade vital. Você precisa da insulina para sobreviver, mas não é um viciado na substância", explica o endocrinologista e presidente da Associação Nacional de Apoio ao Diabético (Anad), Fadlo Farige.

6.Deve-se substituir o açúcar dos alimentos por adoçante

Verdade: os adoçantes foram feitos exatamente para os diabéticos ou para quem está de dieta, porém, para pessoas que não têm nenhuma disfunção, existe um limite para seu uso. "O valor diário recomendado de aspartame, por exemplo, é 40 mg por kg, já no ciclamato, este número é bem menor, 11 mg", explica a nutricionista.

------------------------

Chas

  • cha verde emagrece

    Chas


    Noticia painel seguro