------------------------

cha para pressao alta.

PRESSÃO ALTA COMPOSTO
PRESSÃO ALTA -> COMPOSTO / MULTIERVAS:
Chá Para Pressão Alta => Combinação das ervas mais indicadas para baixar a pressão e amenizar dores de cabeça: Abacateiro + Erva de bugre + Sete Sangrias + Chapéu-de-couro + Capim cidrão .
Pote 150 g. => (+-) 30 Gramas de cada erva.

COMO FAZER E BEBER:
INFUSÃO:Coloque 3 colheres de sopa do composto de ervas para um litro de água, quando a água alcançar fervura, desligue. Tampe e deixe a solução abafada por cerca de 10 minutos. Em seguida, coe e beba morno ou gelado, com ou sem adoçante. Tome de 3 a 4 xícaras ao dia.
Chá Para Pressão Alta => Combinação das ervas mais indicadas para baixar a pressão e amenizar dores de cabeça:

Abacateiro + Erva de bugre + Sete Sangrias + Chapéu-de-couro + Capim cidrão

ABACATEIRO - Persea gratissima G.
A folha do abacateiro é indicada contra a hipertensão, diurético e carminativo (elimina gases intestinais) e ajuda a vesícula a liberar a bile, melhorando a digestão das gorduras, o ácido úrico, os distúrbios da digestão, além de inchaço dos pés.

ERVA-DE-BUGRE - Casearia sylvestris
Ácido úrico, artrite, circulação, depósitos gordurosos, diarréia, dores do peito e do corpo, gastrite, hematoma, inchação das pernas, inflamação, micose, mau hálito, obesidade, Pressão alta, reumatismo, tônico cardíaco, úlceras e vermífugo.

SETE SANGRIAS - Cuphea spp.
Para baixar a pressão arterial, aliviando arteriosclerose, palpitações, bom para estômago, intestino e reumatismo. Auxilia o combate ao colesterol, é diurética, fortifica o coração, limpa os rins. Alivia afecções de pele e doenças venéreas. Sudorífica, ajuda baixar febre.

Chapéu-de-couro - Echinodorus grandiflorus Micheli
Cientistas do Laboratório de Farmacologia Neuro-Cardiovascular do Instituto Oswaldo Cruz (IOC) descobriram que o extrato do chapéu-de-couro (Echinodor us grandiflor us) é vasodilatador.
A pesquisa de etnofarmacologia (ciência que estuda o uso popular de plantas) começou há quatro anos e mostrou a ação farmacológica da planta, típica de lugares pantanosos e comum nos estados de Minas Gerais, São Paulo e Rio Grande do Sul. Na primeira fase, foi confirmado in vitro o efeito vasodilatador do extrato bruto da erva em artérias de coelhos.
Essa comprovação levou os pesquisadores a analisar o poder vasodilatador da chapéu-de-couro no tratamento crônico de ratos hipertensos. Os cientistas constataram um efeito semelhante ao de medicamentos indicados contra a doença.

CAPIM-CIDRÃO - Cymbopogon citratus – Stapf
É utilizado como refrigerante, diaforético, antifebrífugo, contra gases intestinais, dores musculares e torceduras. Contém citral, substância também encontrada na melissa, que lhe confere propriedades calmantes e sedativas.

------------------------

Chá de Alecrim para Pressão Alta.

Chá de Alecrim para Pressão Alta
Chá de Alecrim para Pressão Alta
Chá para Pressão Alta
Receita caseira para pressão alta
Você vai precisar de:

500 ml de água
1 colher de sopa de alecrim
1 colher de sopa de quebra-pedra
10 folhas de cana de açúcar

Como preparar:

Em uma vasilha, coloque a água para ferver, quando levantar fervura adicione os outros ingredientes.
Abafe por alguns minutos.
Coe e beba nos intervalos das refeições.
Se preferir, pode adoçar com uma colher de chá de mel.

------------------------

Chá para Pressão Alta Cidreira Receita.

Chá para Pressão Alta Cidreira Receita
A pressão alta, ou hipertensão, é um problema comum e dificil de diagnosticar. Se denomina pressão alta quando a pressão arterial vai além do limite normal, entre 120 e 140 para a pressão máxima (sistólica) e de 65 a 90 para a pressão mínima (diastólica).

A hipertensão está associada a muitos fatores como o estresse, a má alimentação, o excesso de temperos, o consumo demasiado de álcool, a obesidade e o tabaco. A hipertensão tem frequentemente causas hereditárias também.

Os principais sintomas desse mal são vertigens, dores de cabeça, náuseas, insônia, má circulação nas extremidades, falta de apetite e hemorragias nasais. Sendo dificil de diagnosticar, o paciente deve seguir uma série de precuações e fazer check up regular no médico.

No entanto, existem algumas ervas e receitas naturais que podem ajudar no controle da pressão. Ficou curioso? Continue lendo e veja algumas das dicas para minimizar o problema da hipertensão.

------------------------

Para evitar a pressão alta, consuma até uma colher de chá de sal por dia.

Para evitar a pressão alta, consuma até uma colher de chá de sal por dia
Média de consumo diário do brasileiro, porém, é mais que o dobro disso.
Cerca de 25% da população tem hipertensão, que costuma ser silenciosa.
As pessoas comem sal o tempo todo, muitas vezes sem perceber. Não é porque você não adicionou o condimento à comida que ela já não esteja salgada o suficiente – e até mais que o recomendado.
Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS) e o Ministério da Saúde, os brasileiros devem ingerir no máximo 5 gramas de sal por dia, o equivalente a uma colher de chá. A média de consumo, porém, é de 12 gramas diários.
Quando o pai e a mãe são hipertensos, a chance de o filho ter pressão alta é de 60%. E metade dos casos de hipertensão – que atinge 25% da população – é causada pelo excesso de sal, composto por cloreto de sódio (40%) e cloreto de potássio. Segundo a cardiologista Ludmila Hajjar e o nefrologista Décio Mion, um pacote de 1 kg deve durar quase dois meses para uma família de quatro pessoas.
A médica destacou ainda que pressão baixa não é doença nem deve ser tratada com sal. E, para medir corretamente a pressão arterial, é preciso procurar um profissional qualificado e estar em repouso por pelo menos 30 minutos.
Para saber a quantidade de sal em um alimento, basta multiplicar o valor de sódio no rótulo de um alimento por 2,5. Exemplo: algo com 500 mg de sódio tem 1,25 g de sal.
Alimentos prontos – como congelados, enlatados e produtos em conserva – já são bastante condimentados por si sós, porque o sódio age como conservante, para prolongar a vida útil do conteúdo.

Se você passar da medida de sal, pode sofrer também de doenças cardiovasculares, problemas renais e até câncer.
Os doces e os refrigerantes também contêm sódio/sal. Além deles, as massas instantâneas, pães francês e de forma, bisnaguinhas, bolos prontos, batata frita e palha apresentam alta concentração.
Efeitos da hipertensão
A maioria dos hipertensos não sente nada. O problema não dá sinais nem sintomas de que já está instalado no organismo. Alguns indivíduos, porém, têm tontura, vista embaçada, palpitação e dor de cabeça, além de zumbido no ouvido e visão de pontos brilhantes.
O excesso de sal ajuda a reter líquidos e aumentar o volume e a pressão sanguíneos. O sangue bombeado com mais força agride o revestimento dos vasos (endotélio), provoca pequenas cicatrizes e contribui para o entupimento das artérias.
As consequências da hipertensão nos diversos órgãos estão relacionadas principalmente à lesão dos vasos e à sobrecarga para o funcionamento deles.
Como o coração é um músculo, ao fazer mais força ele aumenta de tamanho – da mesma forma que o bíceps de um halterofilista. Essa hipertrofia dificulta ainda mais a chegada de oxigênio e nutrientes.
Se um trombo se formar em um vaso cardíaco, pode ocorrer um infarto, que é a morte desse tecido. Caso a mesma lesão aconteça em um vaso que irriga o cérebro, pode haver um acidente vascular cerebral (AVC), também chamado de derrame.
Dicas para controlar a hipertensão
Perder peso é a forma mais efetiva de baixar a pressão sem usar remédios. E não é necessário emagrecer demais: em média, uma redução de 5 kg diminui a pressão em 5 mm Hg.
Fazer exercícios também ajuda no controle da hipertensão, melhora o nível de colesterol e o índice glicêmico. O objetivo deve incluir 30 minutos de atividade aeróbica pelo menos três vezes por semana.
Além disso, beber álcool em quantidade moderada traz benefícios cardiovasculares, mas o consumo de mais de dois drinks por dia já eleva a pressão.
Meta brasileira
Até 2022, o Brasil espera atingir os 5 gramas diários de consumo de sal, como parte do Plano de Ações Estratégicas para Enfrentamento das Doenças Crônicas não Transmissíveis (DCNT).
A indústria de alimentos também aderiu ao objetivo, e assinou um termo de compromisso com o Ministério da Saúde para estabelecer um plano de redução gradual na quantidade de sódio presente em 16 categorias de alimentos, começando por massas instantâneas, pães e bisnaguinhas.
Até o fim de 2011, será a vez dos biscoitos (cream cracker, recheados e maisena), embutidos (salsicha, presunto, hambúrguer, empanados, linguiça, salame e mortadela), caldos e temperos, margarinas vegetais, maioneses, derivados de cereais, laticínios (bebidas lácteas, queijos e requeijão) e refeições prontas (pizza, lasanha, sopas e papinha salgada).

------------------------

Chas

  • cha verde emagrece

    Chas


    Noticia painel seguro