Facebook

chás para aborto

Chá verde emagrece

O chá verde desintoxica, desincha, acelera o metabolismo e queima gordura. O chá mais falado do momento tem ainda outros poderes a favor da saúde e contra o excesso de peso. Descubra, então, como colocá-lo no seu dia a dia. Melhor: combine-o com um cardápio leve para detonar as gordurinhas muito mais facilmente!

O sabor é amargo, mas logo você vai descobrir que o sacrifício de beber algumas xícaras de chá-verde todos os dias vale a pena. Só para começar a lista de benefícios: ajuda a secar gordurinhas. É sério! Essa bebida milenar (e tão na moda atualmente) tem o poder de emagrecer. E existe comprovação científica. Uma pesquisa publicada no American Journal of Clinical Nutrition, conceituada revista da Sociedade Americana de Nutrição, acompanhou dois grupos de gordinhos. Os dois seguiram um cardápio de baixa caloria. Mas só o primeiro bebeu de seis a oito xícaras de chá-verde por dia. No final do estudo, esses pacientes queimaram 4% a mais de gordura que o grupo que passou longe do chá. A explicação é que a bebida tem ação lipolítica. Não só isso: "O chá-verde acelera o metabolismo, desintoxica e facilita a digestão", diz a nutricionista Vanderlí Marchiori, especializada em fitoterapia e colaboradora da Associação Paulista de Nutrição. Mas não vale dar um ou dois golinhos - você tem de se comprometer a, diariamante, tomar pelo menos cinco xícaras.
Outros poderes da erva

Emagrecer é apenas uma das vantagens do chá-verde. Estudos feitos em importantes centros de pesquisa dos Estados Unidos e da Europa mostraram que também faz bem para a pele. Extraído da planta Camellia sinensis, tem altas concentrações de antioxidantes, considerados até mais potentes que os carotenos e as vitaminas C e E, substâncias que atuam contra as rugas precoces. Outra pesquisa, dessa vez realizada na Universidade de Tohoku, no Japão, e publicada recentemente no The Journal of the American Medical Association (Jama), mostrou que a erva é eficaz na prevenção de doenças do coração. Seus compostos reforçam as artérias, diminuem as taxas de colesterol ruim e bloqueiam o acúmulo de gordura na parede dos vasos sanguíneos. O consumo habitual também previne inflamações na gengiva e até tumores malignos de boca e mama. "Substâncias como as catequinas e os bioflavonóides são capazes de impedir alterações no DNA das células, o primeiro passo para o desenvolvimento de um câncer", diz Vanderlí. Um teste de laboratório apontou mais um efeito positivo do chá-verde: melhora a memória. Mas os estudos para comprovar mais esse efeito estão só no começo.

Jeito certo de fazer o chá verde.

É muito fácil preparar o chá verde, mas há alguns segredinhos importantes para você preservar os princípios ativos da erva. Vamos lá: coloque a água para ferver e assim que surgirem as primeiras bolhas de ar (antes de começar para valer o processo de ebulição), apague o fogo. Acrescente a erva (o ideal são 2 colheres de sopa para 1 litro de água, mas comece com apenas 1 colher, pelo menos até você se acostumar com o sabor do chá) e abafe por 2 ou 3 minutos. Depois é só coar e tomar.

Gostinho bom
Para deixar o chá verde mais gostoso, coloque nossas dicas em prática:

1. Na hora de preparar o chá verde, não exagere na dose da erva. Use 1 col. (sopa) rasa para 1 litro de água - fica menos amargo. Só depois que você se acostumar ao sabor, acrescente mais uma colher para a mesma quantidade de água.

2. Preparar o chá-verde com uma outra erva (fresca ou em saquinho) também melhora o sabor. Pode ser erva-cidreira, hortelã, erva-doce. Ferver a água com um pedaço de casca de abacaxi ou de manga é outra tática para deixar o chá mais gostosinho. Ou, ainda, pingue algumas gotas de limão no chá pronto.

3. Beber o chá em jejum é muito sacrifício? Troque de horário. Deixe para consumi-lo meia hora antes das refeições e duas horas depois. Ou seja, evite tomar o chá de estômago vazio ou muito cheio, diminuindo o risco de sentir enjoo ou azia.

4. Você está tomando algum medicamento? Não beba o chá sem consultar seu médico.

OS PODERES DO CHÁ VERDE
Chá quente nas refeições ou após as mesmas
Como tomar o chá verde O sabor é amargo, mas logo você vai descobrir que o sacrifício de beber algumas xícaras de chá verde todos os dias vale a pena. Só para começar a lista de benefícios: ajuda a secar gordurinhas.
É sério! Essa bebida milenar (e tão na moda atualmente) tem o poder de emagrecer. E existe comprovação científica. Uma pesquisa publicada no American Journal of Clinical Nutrition, conceituada revista da Sociedade Americana de Nutrição, acompanhou dois grupos de gordinhos.

Os dois seguiram um cardápio de baixa caloria. Mas só o primeiro bebeu de seis a oito xícaras de chá verde por dia. No final do estudo, esses pacientes queimaram 4% a mais de gordura que o grupo que passou longe do chá. A explicação é que a bebida tem ação lipolítica. Não só isso: "O chá verde acelera o metabolismo, desintoxica e facilita a digestão", diz a nutricionista Vanderlí Marchiori, especializada em fitoterapia e colaboradora da Associação Paulista de Nutrição.
Mas não vale dar um ou dois golinhos – você tem de se comprometer a, diariamante, tomar pelo menos cinco xícaras. E, é claro, seguir ainda um cardápio orientado por nutricionista. A combinação chá verde + dieta pode fazer você emagrecer até 5 quilos em 15 dias!

Chá Verde em Cápsulas.

Chá Verde em Cápsulas
O chá verde em cápsulas é reconhecido por ser um importante aliado no processo de emagrecimento, havendo muitos depoimentos de pessoas que chegam a emagrecer de 3 até 5 quilos por mês sem nenhuma alteração em sua alimentação, apenas incluindo o chá verde em sua rotina alimentar. Além disso, o chá verde tem outras propriedades e melhora a circulação, combate o envelhecimento precoce, acelera o metabolismo e atua como um antibacteriano natural. Porém o chá verde tem um gosto forte e amargo que para algumas pessoas torna inviável o seu uso várias vezes ao dia por longos períodos.

Para atender o desejo dessa parte da população que quer se beneficiar dos efeitos do chá verde, mas não consegue por causa do seu gosto amargo, a indústria farmacêutica processou a matéria prima do chá verde e disponibilizou ele no comércio em forma de chá verde em cápsulas, que são encontradas nas farmácias, lojas de suplementos alimentares naturais e também na internet, puro ou associados com outras substâncias. Os preços das cápsulas de chá verde variam muito, portanto é preciso prestar atenção ao número de cápsulas de chá verde e a concentração do produto.

Apesar de praticas e eficientes as cápsulas de chá verde suscitam muitas dúvidas acerca dos seus efeitos e da segurança do seu uso. Os especialistas afirmam que o chá verde em cápsulas somente muda do original na sua forma de administração, a cápsula alia o conforto da medicação comercial com a eficiência da substância.

Pesquisadores advertem que o chá verde em cápsulas é muito mais potente do que "in natura", com a concentração dos princípios ativos uma única cápsula pode equivaler até 10 xícaras de chá, desta forma é preciso ter cuidado e não ultrapassar a dose máxima recomendada.

Assim, quem optar por usar o chá verde em cápsulas deve tomar cuidado com a posologia. A dose de chá verde em cápsulas recomendada é de 500mg ao dia, dividida em até 3 vezes, verificando a quantidade de erva que possui cada cápsula.

Outras advertências são quanto aos demais ingredientes presentes na composição das cápsulas de chá verde, que possui cafeína devendo ser evitado o seu uso a noite e também por pessoas hipertensas.

Como preparar o chá verde

É muito fácil preparar o chá verde, mas há alguns segredinhos importantes para você preservar os princípios ativos da erva. Vamos lá: Coloque a água para ferver e assim que surgirem as primeiras bolhas de ar (antes de começar para valer o processo de ebulição), apague o fogo. Acrescente a erva (o ideal são 2 colheres de sopa para 1 litro de água, mas comece com apenas 1 colher, pelo menos até você se acostumar com o sabor do chá) e abafe por 2 ou 3 minutos. Depois é só coar e tomar.
Gostinho bom

Dá, sim, para deixar o chá verde mais gostoso. Você pode combiná-lo com cidreira, hortelã, erva-doce, casca de frutas (abacaxi ou manga) ou maçã seca para suavizar o sabor amargo, sem interferir nos efeitos terapêuticos da Camellia sinensis. Faça assim: ferva 1 litro de água com 1 pedaço médio de casca de abacaxi ou 1 punhado de folhas de cidreira, por exemplo. Desligue o fogo e acrescente o chá verde. Abafe por 2 ou 3 minutos e coe.
Mais alguma pergunta?

Especialistas respondem às principais dúvidas sobre o uso do chá verde.

Quantas xícaras de chá devo beber por dia para emagrecer? De cinco a seis xícaras. Se você quiser ir além, fique à vontade. Segundo o clínico geral e fitoterapeuta Miguel Mussi, do Centro de Terapias Integradas, no Rio de Janeiro, o consumo do chá verde é milenar e não há notícias de efeitos colaterais, a não ser em quem tem sensibilidade à cafeína presente na composição.

Qual a temperatura e o horário ideais para se beber o chá? Em jejum, o ideal é tomar o chá morno – cai melhor no estômago vazio. Nos demais horários (lanches da manhã e tarde, meia hora antes ou duas depois das refeições principais), tome-o na temperatura que você preferir – quente, frio ou gelado –, desde que tenha sido feito da maneira adequada. E se você tiver insônia, tome a última xícara no máximo até as 17 horas.

Posso adoçar o chá verde? Sim, mas use uma quantidade pequena de mel (uma colher de chá) ou de estévia. Açúcar e adoçantes químicos prejudicam o poder do chá de desintoxicar o organismo, dificultando a perda de peso.

O chá de saquinho funciona? "Geralmente, o chá de saquinho traz várias partes da planta, como folhas e talos. Isso diminui a concentração dos princípios ativos da erva e o efeito acaba sendo apenas aromático", diz Vanderlí.

Posso tomar cápsula no lugar do chá? Ao contrário do saquinho, a cápsula costuma ter uma dose altíssima do princípio ativo, o que pode interferir na qualidade do sono e na pressão arterial. Portanto, só deve ser usada se houver a indicação de um profissional (endrocrinologista, homeopata, fitoterapeuta ou nutricionista) de sua confiança.

O chá preto e o banchá têm o mesmo efeito do chá verde? Todos os três são extraídos da mesma planta, a Camellia sinensis. A diferença é que o chá preto e o banchá passam por processos diferentes de torrefação e fermentação que reduzem os benefícios da erva, especialmente no caso do chá preto. O banchá oferece benefícios mais próximos ao do chá verde e tem o sabor mais suave.

Dá para fazer o chá horas antes de consumí-lo? O ideal é beber o chá logo após ficar pronto, antes que o oxigênio do ar destrua parte dos componentes ativos. "Mas a bebida preserva substâncias importantes para o corpo até 24 horas após o preparo. Depois disso, as perdas são consideráveis", explica Vanderlí. Então, para facilitar a dieta, prepare de uma só vez a quantidade de chá necessária para um dia, e coloque-o numa garrafa térmica ou jarra de vidro ou inox (evite recipientes de plástico ou alumínio) dentro da geladeira.

Existe algum segredo para armazenar a erva? Em local seco, fechado e ao abrigo da luz.

Tem alguma contra-indicação? Sim. Grávidas, pessoas hipertensas ou com gastrite. Se estiver usando algum medicamento também é aconselhável perguntar ao seu médico se você pode consumir o chá verde.

Conheça historias de quem emagreceu