------------------------

dieta do cha.

Dieta do chá das 3 ervas detona 6 quilos em 1 mês
O segredo é a combinação de ervas termogênicas, desintoxicantes e diuréticas
Chegamos ao período do ano que menos favorece a dieta. É fácil trocar a salada por comidas mais substanciosas e cremosas, o suco light por chocolate quente, a fruta pelo brownie... Tudo é megacalórico. Mas assim que o tempo volta a esquentar e as roupas deixam de esconder os excessos cometidos à mesa, bate o arrependimento. A saída para mudar essa história está aqui: a dieta do chá das três ervas. Ela aquece o corpo, conforta o estômago e ajuda a eliminar os quilinhos que, no último verão, deixaram você insegura na hora de investir naquele jeans.

O segredo é beber de três a quatro xícaras de uma infusão preparada com ervas termogênicas (aceleram o metabolismo, favorecendo a queima de gordura), desintoxicantes (eliminam as toxinas, deixando o organismo menos resistente ao emagrecimento) e diuréticas (evitam a retenção de líquido, contribuindo para uma barriga lisinha). Assim, você combate o excesso de peso de várias maneiras e potencializa o resultado do cardápio de 1200 calorias (veja Refeições leves + chá = corpo em forma) que acompanha esta dieta.

Antes que você fique tentada a acrescentar mais de três ervas na mesma xícara, atenção: essa é uma medida segura. "O uso de muitas plantas faz com que elas entrem em competição, diminuindo o efeito uma da outra. E o objetivo é justamente o contrário: permitir que elas trabalhem em sinergia, aumentando o efeito emagrecedor do chá", explica a fitoterapeuta e nutricionista Vanderli Marchiori, da VM Nutrição e Fitoterapia, em São Paulo. Outro procedimento importante: "Procurar sempre adquirir as ervas em lojas especializadas, que garantam o manuseio e armazenamento corretos das plantas." Mas você pode combiná-las a seu gosto - para isso, consulte o quadro As ervas que vão secar os excessos e escolha uma de cada grupo.

Só mais uma observação para o sucesso da dieta: mantenha o mesmo mix de ervas por três dias. "As plantas precisam desse tempo para que possam agir de maneira eficiente no organismo e, então, acelerar o emagrecimento", orienta Vanderli. Depois, mude a combinação para criar um novo estímulo e evitar qualquer risco de toxicidade. "Embora não tenham contraindicações, não se deve usar nenhuma erva por um período muito prolongado." Nem por isso vão faltar opções para você variar o chá. Então, coloque a água para ferver e passe um inverno enxuto - sem excesso na cintura!

As ervas que vão secar os excessos

Escolha uma erva de cada grupo e prepare seu chá emagrecedor. Lembre-se: se a mesma mistura por três dias. Depois disso, faça uma nova combinação

Termogênicas: efeito queima-gordura

Elas fazem com que o metabolismo trabalhe mais rápido, aumentando a queima de calorias e, consequentemente, de gordura. Algumas também têm ação lipolítica (quebram a molécula de gordura já acumulada no organismo), além de reduzir os níveis de colesterol.

• Boldo (Pneumus boldus), carqueja (Baccharis trimera), chás verde, branco e vermelho (Camellia sinensis), casca de laranja amarga (Citrus aurantium), fucus (Fucus vesiculosus), guaçatonga (Caesaria sylvestris), hibisco (Hibiscus sabdariffa) e salsaparrilha (Smilax spp).

Desintoxicantes: ação limpeza

Capturam e eliminam pela urina a gordura e as toxinas que sobram do processo metabólico - circulando em excesso no organismo, essas substâncias atrapalham o bom funcionamento do sistema linfático e emperram a perda de peso. As ervas desse grupo também reduzem a formação de gases, evitando a sensação de barriga inchada e volumosa.

• Alecrim (Rosmarinus officinalis), bardana (Arctium lappa), camomila (Matricaria recotita), capim -cidreira (Cymbopogum citrato), cardo-santo ou cardo-mariano (Carduus sanctus), centelha (Centella asiatica), coentro (Coriander spp), dente-de-leão (Taraxicum officinalis), erva-doce (Pinpinella anisum), espinheira-santa (Maytenus ilicifolia), hortelã (Mentha piperita) e sálvia (Salvia officinalis).

Diuréticas: fim da retenção hídrica

Favorecem o trabalho dos rins na filtragem da linfa (líquido que carrega as impurezas para fora do organismo). Isso facilita a eliminação das toxinas pela urina, combatendo o inchaço e ajudando o organismo a responder melhor à dieta.

• Alfafa (Medicago sativa), borragem (Borago officinalis), cabelo de milho (Zea mays), cavalinha (Equisetum arvense), quebra-pedra (Phyllantus niruri) e sete sangrias (Cuphea balsamona).

5boas combinações

Se tiver dúvida na escolha das ervas, siga as sugestões da nutricionista e fitoterapeuta Lucyanna Kalluf, do Instituto de Prevenção Personalizada, em São Paulo

1. Chá branco + hibisco + carqueja: o mix exerce ação desintoxicante, eliminado toxinas e gordura, além de melhorar o funcionamento do intestino. E tudo isso faz você perder peso.

2. Dente-de-leão + centelha + alfafa: com alto poder diurético, drena o excesso de líquido e ajuda a varrer para fora do organismo as toxinas que, em excesso, fazem você acumular peso.

3. Chá verde + boldo + cavalinha: potente termogênico, acelera a queima de gordura. Também auxilia na limpeza das toxinas, fazendo o organismo responder melhor à dieta.

4. Carqueja + centelha + cavalinha: tem efeito diurético, pois melhora o funcionamento do fígado. Isso ajuda a desinchar rapidamente, deixando a barriga mais lisinha.

5. Dente-de-leão + chá verde + hibisco: acelera a queima de gordura, além de melhorar o metabolismo do açúcar e da gordura. Com isso, evita que essas substâncias colaborem para o aumento da cintura.

------------------------

Dieta dos chás elimina até 10 quilos em 30 dias.

Dieta dos chás elimina até 10 quilos em 30 dias
Ervas para desintoxicar, desinchar, acelerar o metabolismo, baixar a ansiedade e queimar gordurinhas. Aprenda a combinar essa turma para emagrecer rapidinho, sem passar fome

A gente sabe que você busca sempre um jeito de dar um gás na dieta para chegar rapidinho no peso que sempre sonhou. Como ficou provado depois do sucesso da dieta dos chás, publicada em outubro de 2002, as infusões são um ótimo recurso. Por isso, fomos atrás de novas ervas que realmente funcionam, sem prejudicar sua saúde e com o aval de estudos de especialistas no assunto.

Desta vez, você vai encontrar um número maior de plantas que têm o poder de acelerar o emagrecimento. Todas elas testadas e aprovadas pelo médico ortomolecular e nutrólogo Gino Bruno Françozo, da Clínica Unique System, em Americana (SP), que, em parceria com o botânico Walter Accorsi, da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq-USP), em Piracicaba (SP), também dividiu-as de acordo com a ação no organismo. Daí a classificação de cinco grupos: emagrecedoras, calmantes, digestivas, diuréticas e desintoxicantes. "Dificilmente o peso extra está relacionado apenas a um problema. Então, a recomendação é usar ervas de grupos diferentes numa mesma infusão, atacando as gordurinhas por todos os lados", diz Gino.

Mas, antes de tudo, é importante lembrar que sozinho o chá não faz milagre. Você precisa associá-lo a uma dieta. E, segundo Gino, não adianta tomar um chazinho desintoxicante, para livrar o organismo das toxinas que impedem o emagrecimento, e comer alimentos superindustrializados, cheios de corantes e conservantes. "O açúcar refinado, por exemplo, é repleto de aditivos químicos. É melhor trocá-lo pelo mascavo ou pela estévia", recomenda o médico. A seguir, ele sugere um cardápio de uma semana, com cerca de 1200 calorias. Você pode repeti-lo por um mês ou mais. Já as ervas, devem ser mudadas a cada 30 dias. "Embora não tenham contra-indicações, não se deve usar nenhuma erva por um período muito prolongado", orienta o médico. Mas não vão faltar opções para você variar o seu chá. Então, coloque a água para ferver!

O que você deve evitar para potencializar a dieta

• Combinar dois tipos de carboidrato numa mesma refeição, como arroz e batata.
• A única parceria permitida é o arroz e feijão. Afinal, a dupla é típica no prato do brasileiro.
• Usar muito sal. Esse tempero deve ser praticamente descartado, pois faz o corpo reter líquido.
• Prefira ervas e especiarias como orégano, alecrim, salsa, dill.
• Consumir alimentos refinados (arroz, pão, macarrão e biscoito feitos com farinha branca). Eles são rapidamente absorvidos pelo organismo, estimulando o pâncreas a liberar muita insulina – hormônio que contribui para o acúmulo de gordura.
• Comer e dormir. Espere pelo menos uma hora e meia depois do jantar para ir se deitar.
• Ingerir bebida alcoólica, pois é muito calórica.

O jeito certo de prepara o chá

Preparar o chá é simples: ferva a água, junte a erva desidratada e deixe levantar fervura. Desligue o fogo e abafe por dez minutos. Coe e beba quente, morno ou gelado, com ou sem adoçante. Para garantir o efeito medicinal e o sabor, use 1 colher de sopa de erva para 1 litro de água. No caso do mix, a recomendação é 1 colher de sopa de cada erva para a mesma quantidade de água. Triplique a medida se a erva for fresca.

As superervas que enxugam gordurinhas

Descubra a ação das ervas no organismo e como combiná-las numa mesma infusão, facilitando a perda de peso

Seis xícaras diárias. Essa é a medida de chá recomendada nesta dieta. Mas, se você quiser mais, fique à vontade! O importante é não deixar de ingerir uma xícara de cinco a dez minutos antes de cada refeição, incluindo café da manhã, ceia e lanche. Dessa forma, além do efeito terapêutico da erva, o chá dá uma sensação de saciedade, amenizando a fome, o que facilita controlar a quantidade de comida colocada no prato.

Quantas ervas usar no chá? Pode ser uma, duas ou todas de um mesmo grupo (veja abaixo). Também é permitido combinar ervas de grupos diferentes. No caso de você ter retenção hídrica e intestino preso, por exemplo, faça um mix de ervas diuréticas e digestivas. Alfafa e hortelã, segundo o doutor Gino, são curingas – desintoxicante e aromática, respectivamente, merecem entrar em todas as combinações. Ele divide as ervas em grupos de acordo com os princípios ativos e sua ação no organismo.

Diuréticas: o fim da retenção hídrica
Agem nos rins e no córtex da glândula supra-renal, inibindo a produção do hormônio cortisona, que bloqueia a perda de peso ou, pior, engorda.
Ervas: cavalinha (Equisetum arvense), dente-de-leão (Taraxacum officinalis), cabelo-de-milho (Zea mays), sabugueiro (Sambucus nigra), abacateiro (Persea americana), quebra-pedra (Phyllantus niruri) e salsa (Petroselium sativum).

Digestivas: intestino regulado e barriga lisinha
Contêm substâncias que atuam no fígado, onde é fabricada a bílis, que dissolve a gordura em moléculas menores, facilitando sua absorção pelo intestino.
Ervas: hibisco (Hibiscus sabdariffa), cáscara-sagrada (Rhamnus purshiana), zedoária (Curcuma zedoaria), psilium (Plantago psyllium) e fucus (Fucus vesiculosus).

Calmantes: ansiedade sob controle
Agem no sistema nervoso central, acalmando e baixando a ansiedade, que costuma desencadear a compulsão à comida.
Ervas: alecrim (Rosmarinus officinalis), hortelã (Mentha piperita), capim-limão (Cymbopogon citratus), camomila (Matricaria chamomile), melissa (Melissa officinalis), jasmim (Jasminum officinalis), mulungu (Erythrina mulungu) e aniz (Pimpinella anisum).

Desintoxicantes: operação limpeza
O principal papel dessas ervas é captar as toxinas do organismo, eliminando-as por meio da urina, das fezes e do suor e, com isso, colocando um fim no desequilíbrio que ocasiona o aumento de peso.
Ervas: alfafa (Medicago sativa), salsaparrilha (Smilax sp), zedoaria (Curcuma zedoaria), chá-verde (Camelia sinensis), espinheira-santa (Maytenus ilicifolia), bardana (Arctium lappa).

Emagrecedoras: ação dissolve gordura
Têm princípios ativos que agem nos rins, no fígado e, principalmente, no intestino.
Ervas: alfafa (Medicago sativa), cavalinha (Equisetum arvense), cana-do-brejo (Costus spicatus), graviola (Anona muricata), cabelo-de-milho (Zea mays), carqueja (Baccharis trimera), capim-limão (Cymbopogon citratus).

------------------------

chás amigos da dieta e da saúde.

chás amigos da dieta e da saúde

Veja os 10 chás amigos da dieta e da saúde:

1 – HIBISCO
Diminui a retenção hídrica e a gordura, é antioxidante e, por isso, previne o envelhecimento precoce.

2 – CAVALINHA
Acelera o metabolismo e é desintoxicante.

3 – DENTE DE LEÃO
É diurético. Por isso, diminui a retenção de líquidos e melhora o funcionamento do intestino ajudando a diminuir a prisão de ventre.

4 – CHÁ VERDE
É termogênico e digestivo. Por ser rico em cafeína, não dever ser ingerido em excesso, no máximo, três xícaras por dia.

5 – CANELA
Acelera o metabolismo e ajuda a queimar calorias.

6 – GENGIBRE
Aumenta a imunidade, dá mais disposição, é antibacteriano e fungicida.

7 – OLIVEIRA
Ajuda a eliminar as gorduras da região abdominal.

8 – CENTELHA ASIÁTICA
Fortalece os vasos sanguíneos e melhora a circulação da pele, auxiliando no combate da celulite.

9 – ERVA-DOCE
Controla a ansiedade ajudando a não descontar as emoções comendo demais.

10 – CARQUEJA
Auxilia na eliminação das toxinas e é indicado para as pessoas que estão com o colesterol elevado.

FOLHAS OU SACHÊ
Os chás preparados com as folhas têm maior concentração dos princípios ativos da erva se comparados aos preparados com sachês, pois o chá de saquinho geralmente é produzido com várias partes da planta e possuem conservantes e outras substâncias.

QUANDO INGERIR
No café da manhã e nos lanches da manhã e tarde. Pode ser tomado uma hora antes ou duas horas depois das refeições principais pois eles têm substâncias que diminuem a absorção de ferro no organismo. Se você tiver insônia, tome o chá no máximo até as 17 horas. Se tomado entre as refeições, ele reduz o apetite.

QUANTIDADE RECOMENDADA
De cinco a seis xícaras por dia.
Dose recomendada: 1 colher de sopa rasa para um litro de água

CONTRA-INDICAÇÃO
Pessoas com gastrite ou hipertensas e mulheres grávidas. Se tiver tomando algum medicamento é necessário verificar se há contra indicações.

------------------------

Dieta do chá vermelho.

Dieta do chá vermelho
O chá vermelho ou chá de rooibos é feito precisamente a partir da mesma planta que o chá verde, o chá branco e chá preto, a Camellia Sinensis. A diferença entre estes chás depende da altura da colheita das folhas, da sua preparação, fermentação e armazenamento. O chá vermelho, muito admirado nas culturas orientais é tido como um verdadeiro elixir de beleza e saúde. Apesar de muito utilizado há muitos séculos na África Austral, pensa-se que a sua origem provém da China.
Com excelentes propriedades medicinais, o chá vermelho é utilizado para variadíssimos fins além da sua utilização para efeitos adelgaçantes. As folhas de Camellia Sinensis são ricas em flavonoides, um polifenol potente antioxidante. Como acelera o metabolismo, favorece a perda de gordura e estimula a digestão de alimentos gordos. São conhecidos muitos dos seus benefícios para a saúde, tais como:

Combate o colesterol
Alivia dores de cabeça
Combate tensão nervosa
Retarda o envelhecimento da pele
Facilita a digestão
Melhora o sistema imunológico
Reduz o risco de artrose e aterosclerose
Controla a tensão arterial
Acelera o metabolismo
Acelera processos de cicatrização
Com a dieta do chá vermelho poderá perder cerca de 3 a 4 Kgs em apenas 5 dias. Mas, tendo em conta que esta dieta é pobre em proteínas, não deve ser prolongada por mais que 5 dias. Esta dieta deve ser evitada por mulheres grávidas, pessoas com ritmo cardíaco alterado, úlceras e anemia.

------------------------

Chas

  • cha verde emagrece

    Chas


    Noticia painel seguro