------------------------

oleo de coco para emagrecer.

Óleo de coco emagrece e faz bem à saúde. Mito ou verdade?
O óleo de coco extra virgem é uma das substâncias mais procuradas para quem busca emagrecimento mais "saudável", mas fique atento, pois as opiniões variam sobre o tema e segundo a Dra Luciana Spina, Médica Endocrinologista com Doutorado e Mestrado em Endocrinologia pela UFRJ, o resultado da ingestão desse complemento alimentar pode ter efeito inverso ao esperado.
O óleo de coco é um produto que deriva da espécie cocos nuciferas (essa espécie de coco é da família das palmeiras, é a única classificada no gênero de cocos, sua origem é do nordeste da América do Sul). Esse óleo vegetal, conhecido também como manteiga de coco, não é submetido ao processo de refinamento e desodorização, sendo extraído a partir da polpa do coco fresco e maduro por processos físicos.
São inúmeras as promessas vinculadas ao uso contínuo do produto: emagrecedor "natural", reduzir as taxas dos triglicerídeos e do mau colesterol (LDL), além do aumento do bom colesterol. Assim, ele é facilmente encontrado em farmácias e lojas de produtos naturais, com preço que pode variar entre R$ 25,00 e 108,00 – por sessenta cápsulas – ou de R$ 29,00 à 45,00 – a embalagem de 200ml, na versão líquida.
Um estudo conduzido por pesquisadores do Instituto de Nutrição Josué de Castro (INJC/UFRJ) verificou indícios de que a ingestão de óleo de coco aumenta o nível do colesterol bom. A pesquisa foi realizada para a dissertação de mestrado de Christine Erika Vogel, orientada pelas professoras-adjuntas Márcia Soares da Mota e Eliane Lopes Rosado, do setor de Nutrição Clínica do INJC e publicada no site da UFRJ.
"- A ideia da pesquisa surgiu do fato de a literatura científica apontar a importância da qualidade do lipídio ingerido como um adjuvante no tratamento dietoterápico da obesidade. Estudos prévios propuseram que os triglicerídeos de cadeia média (TCM), tipo de lipídio encontrado no óleo de coco, favorecem a perda de peso por induzirem o aumento do gasto energético basal e da termogênese induzida pela dieta" — esclarece Márcia Soares, em matéria publicada no site da UFRJ.
O estudo foi realizado da seguinte forma: vinte e nove homens, entre 20 e 59 anos, obesos de grau 1, participaram da pesquisa. O primeiro passo foi fazer exame de sangue para verificar os parâmetros bioquímicos — colesterol, insulina, glicose e lipídios. Também foram considerados: a massa corporal, os percentuais de massa magra e massa gorda. Em seguida, os pacientes foram divididos aleatoriamente em dois grupos. "Ambos fizeram uma dieta que consistia no consumo de pão branco, queijo cottage, creme cracker e suco industrializado. Porém, um grupo teve que ingerir 13g de óleo de coco extravirgem, enquanto o segundo ingeria a mesma quantidade de óleo de soja", explica Soares.

------------------------

Óleo de coco é "pura ilusão" para perder peso e pode aumentar o colesterol.

Óleo de coco é "pura ilusão" para perder peso e pode aumentar o colesterol
Suplementos usados para emagrecer podem engordar e fazer mal para a saúde
Pode ser na forma líquida, na forma de pílula, não importa. O óleo de coco é o assunto do momento quando a questão é a busca pelo emagrecimento. Muitos já aderiram à moda e tem até famoso que revelou a perda de diversos quilos com a ajuda deste elemento natural. Apesar de ele ser a febre do momento, médicos afirmam que o óleo de coco usado como suplemento é "pura ilusão e não adianta em nada" na perda de peso.

De acordo com a médica endocrinologista Cíntia Cercato, do grupo de obesidades do Hospital das Clínicas da USP (Universidade de São Paulo), não existe nenhum estudo científico que prove esta característica do produto.

- Esse modismo na utilização do óleo de coco não faz nenhum sentido com o intuito de emagrecer. Óleo de coco é gordura saturada, e em tese é uma gordura ruim. O que ele difere de outras gorduras é porque ele um ácido graxo composto de cadeia média [ou seja, sua metabolização pelo organismo pode ser mais rápida que vários outros tipos de gordura].

Além de não ajudar a diminuir a silhueta, o óleo de coco como, qualquer outra gordura em excesso, pode aumentar o peso e colesterol, segundo Cíntia.

------------------------

Celebridades dizem que perderam peso com óleo de coco.

Celebridades dizem que perderam peso com óleo de coco

- Uma colher de óleo de coco tem mais caloria que uma colher de manteiga ou azeite. Qualquer gordura se consumida em excesso vai ocasionar problemas de saúde.

Para engrossar a lista dos malefícios ao corpo, a médica endocrinologista presidente do departamento de obesidade da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia, Rosana Radominski, informou que o óleo de coco em excesso pode prejudicar, por exemplo, pessoas que sofrem com problemas no fígado.

- Quem tem cirrose [doença que prejudica o funcionamento do fígado] e tiver uma sobrecarga de ácido graxo pode agravar ainda mais a situação da saúde dele.
Defensor do uso do óleo de coco em substituição a outros óleos, o médico homeopata e autor do livro Poder Medicinal do Coco e do Óleo de Coco Extra Virgem, Márcio Bontempo, também disse não acreditar no uso deste elemento natural com o objetivo de perder peso. Porém, segundo ele, o óleo de coco pode ser benéfico à saúde se for usado no lugar de outros tipos de gordura que possuem cadeias longas [demoram mais para se metabolizar].

- Este óleo atua na lipoproteína, ou seja, ele ajuda a reduzir o mau colesterol e tirar a gordura de áreas inconvenientes do corpo, por exemplo, a barriga. Porém, não pode ser utilizado desta maneira como está na moda. Duas colheres de sopa por dia em substituição funcionam, mas precisa estar associado a outras atividades, como exercícios físicos e dieta. Não há milagre nenhum.

Para Cíntia não há dúvidas que tantos famosos afirmaram recentemente a perda de calorias com uso de óleo de coco exatamente porque eles realizam constantemente dieta e muita malhação.

------------------------

Óleo de coco emagrece mesmo?

Óleo de coco emagrece mesmo?
Uns dizem que sim, outros dizem que não. Mas uma pesquisa realizada na universidade de Columbia, nos Estados Unidos, comprovou que o òleo de coco adicionado à comida ajudou na perda de peso. Os participantes da pesquisa que introduziram o óleo no prato perderam até 7x mais barriga que os demais.

Minha nutricionista indicou tomar uma colher pela manhã. Não consegui. Achei horrível.
Segundo a revista Corpo a Corpo, que publicou uma matéria sobre o assunto, a gordura contida no óleo retarda o esvaziamento gástrico, aumentando a saciedade e diminuindo a fome. Além disso, ele é Termogênico (acelera a queima de gordura).

A gente foi lá no Mercado Público de Porto Alegre, ver qual é do óleo de coco. A Banca 12, tem muitas opções desse óleo. Além disso, se você é como eu, que não consegue meter o colherão do óleo, existe saída!!

------------------------

Emagrecedores

Emagrecedores

Emagrecedores

  • Bioslim quitosana

  • droga para epilepsia uso emagrecedor

  • Emagrecedor ACELERADOR METABÓLICO

  • Emagrecedor Bio Redux

  • Emagrecedor BLOQUEADOR DE GORDURAS

  • Emagrecedor carulluma

  • Emagrecedor chá verde

  • Emagrecedor CHIA Com OMEGA 3

  • Emagrecedor linolen

  • Emagrecedor MAX BURN GREEN


    Noticia painel seguro