------------------------

Chá de Assa Peixe.

Xarope caseiro do guaco com assa-peixe

Plantas medicinais: Guaco (Mikania glomerata) e assa-peixe (Vernonia polyanthes)

Material utilizado: As folhas do guaco, as folhas do assa-peixe, água e açúcar.

Modo de preparar o xarope caseiro do guaco com assa-peixe:

Colocar duas xícaras das de chá de açúcar e uma xícara das de chá de água em uma panela esmaltada ou de inox.
Levar ao fogo até engrossar.
Abaixar o fogo.
Juntar uma xícara e meia da mistura de folhas picadas de guaco e assa-peixe e deixar por cinco minutos.
Ficar sempre mexendo.
Retirar do fogo e deixar tampado por duas horas.
Coar e guardar em vidro apropriado e limpo.
Quando e como usar o xarope caseiro do guaco com assa-peixe:

Indicações: Tosse, gripe, bronquite, catarro no peito.

Modo de usar: Tomar uma a duas colheres das de sopa, três vezes ao dia. Crianças: tomar a metade desta dose. Fazer o tratamento durante o tempo necessário à cura.

Contra-indicações: Para gestantes, lactantes, diabéticos, crianças menores de um ano, mulheres na época de menstruação e pessoas com história de sensibilidade a alguns componentes químicos de alguma planta incluída no xarope caseiro.

------------------------

Chá de Assa Peixe Cia da Mata.

Chá de Assa Peixe Cia da Mata.
O Chá de Assa peixe é conhecido por sua eficácia no tratamento de gripe, bronquite, asma, tosse, entre outros problemas pulmonares, e também, no tratamento de cálculos renais.

Sugestão de uso: Tomar de 2 a 3 xícaras ao dia. Sua utilização é de 2 colheres de sopa da erva em 1 litro de água, quando a água alcançar fervura, desligue. Tampe e deixe a solução abafada por cerca de 10 minutos.

Em seguida, coar e beber.

Ingredientes: Talos e folhas de Assa Peixe (Vernonia spp).

Disponível em embalagem: Pacote 30 gramas

------------------------

Como fazer CHÁ DE ASSA-PEIXE.

Como fazer CHÁ DE ASSA-PEIXE
Chá de Assa-peixe

Ingredientes:

3g de folhas secas
150 ml de água

Modo de Preparo: Prepare por infusão, considerando a proporção indicada na fórmula.

Modo de Usar: Uso interno. Acima 12 anos: tome 150ml do infuso, logo após o preparo, uma vez ao dia.

Indicações: tratamento de tosse, expectorante, bronquite, gripe, asma, problemas pulmonares e no tratamento de cálculos renais.

Contra-Indicação: Não deve ser utilizada por gestantes e lactantes.

------------------------

Veja para que serve Assa-peixe.

Veja para que serve Assa-peixe
Assa-peixe (Vernonia polyanthes)
AÇÃO E INDICAÇÃO:
Indicado para gripes, bronquites e tosses. Diurética.

FORMAS UTILIZADAS:
- Cápsula (pó)

- Tintura (líquido)

- Extrato Fluido (líquido)

- Xarope

Assa-peixe
Assa-peixe - Vernonia polyanthes

Nome popular: Assa-peixe, assa-peixe-branco, cambará-branco, cambará-guaçú, chamarrita

Nome científico: Vernonia polyanthes Less.

Sinonímia: Eupatorium polyanthes Spreng., Vernonia psittacorum DC., Vernonia corcovadensis Gardner, Chrysocoma phosphorica Vell.

Família: Asteraceae

Tipo; Nativa

Características botânicas

Arbusto com até 3 m e altura; ramos 5-angulados, lenticelados em direção à base; lâmina lanceolada a elíptica, base atenuada, ápice agudo, margem inteira, tomentosa, pontuada de glândulas. Inflorescência tirsóide, corimbosa, frondosa, paracládios cimas escorpióides de capítulos subsésseis não subentendidos por brácteas foliáceas. Flores 27, aromáticas, com corola branca, glabra. Fruto tipo cipsela densamente pontuada de glândulas com alguns pêlos esparsos. Ocorre no Brasil nos Estados da Bahia, Minas Gerais, São Paulo, Paraná, Goiás, Santa Catarina e Mato Grosso do Sul.

Usos e propriedades

Planta daninha mais freqüente e temida nas pastagens, é também apícola por excelência. É uma das 71 plantas medicinais recomendadas pelo Ministério da Saúde para serem utilizadas e receitadas pelo SUS. As folhas e a raízes são utilizadas na medicina caseira, sendo recomendada como béquica, hemostática, balsâmica, expectorante, hemostática, antilítica, diurética, anti-hemorroidária, antiasmática e antigripal. Também é indicada para bronquite, litíase, tosses rebeldes, gripes fortes, pneumonia, contusões, afecções do útero, cálculos renais e o uso externo é indicado para combater afecções cutâneas. O decocto da raiz é utilizado, em banhos, para hemorróidas, pontadas nas costas e no peito, contusões e infecções do útero. As folhas, fritadas à milanesa, são comestíveis. A casca da raiz, quando extraída na escuridão, é fosforescente.

------------------------

Suplementos

  • RIPP ABS

    Suplementos


    Noticia painel seguro