------------------------

IMBURANA.

Trata-se de uma árvore regular, medindo até 15 metros de altura e 50 centímetros de diâmetro. Apresenta casca grossa, suberosa, gordurosa, aromática, de cor vermelho-pardacenta e que se desprende em finas lâminas. As folhas são alternas, irregularmente pinadas, compostas por 11-15 folíolos alternos, peciolados, ovados, arredondados no ápice e na base e inteiros. Flores brancacentas ou branco-amareladas, aromáticas. O fruto é uma vagem achatada a qual contém uma ou duas sementes aladas, rugosas, ovóides, duras, de superfície lisa, externamente cinza-clara e rajada de preto.

Nome Científico: Amburana cearensis (Fr. All.) A. C. Smith Sinonímia: Torresea cearensis Fr. All.; Amburana Claudii Schw. et Taub.

Nome Popular: Imburana, Amburana, Cerejeira, Cumarú-do-Ceará, Cumaré, Cumarú-das-caatingas, Imburana-de-cheiro, Umburana, Amburana-de-cheiro, Cerejeira-rajada e Cumarú-de-cheiro, em português; Palo Trébol e Roble, na Argentina.

Família Botânica: Leguminosae-Papilionoideae.

Parte Utilizada: Casca e Semente.

Princípios Ativos: São pouco conhecidos, há a citação da presença de Óleo Volátil.

Indicações e Ações Farmacológicas: Popularmente a casca separada ou misturada com as sementes constitui um ótimo peitoral, usado contra resfriados, tosses, bronquites, asma e quaisquer afecções pulmonares. A semente serve mais para perfumar a roupa e produzir sabonetes.

Toxicidade/Contra-indicações: Não há referências nas literaturas consultadas.

Dosagem e Modo de Usar: Não há referências nas literaturas consultadas.

------------------------

Imburana Commiphora leptophloeos.

Imburana (Commiphora leptophloeos) é uma árvore nativa na caatinga, no pantanal e no chaco. Seu nome popular se deve à corruptela das palavras em língua tupi y-mb-ú (árvore de água) e ra-na (falso), formando assim a palavra imburana
Árvore resinosa de 6-9 metros, muito esgalhada, com ramos de crescimento tortuoso, dotada de espinhos agudos e fortes
Casca do tronco lisa, que se desprende em lâminas finas, muito irregulares, variando de cor conforme a idade da planta (verde quando jovem e laranja-avermelhado quando idosa)
Folhas alternas, compostas por 3 a 9 folíolos (geralmente 7)
Flores pequenas, de 3-4 milímetros de comprimento, verde bem claro, isoladas ou reunidas em pequenos grupos
Fruto globoso de 1,5 cm de diâmetro, de cor verde, com polpa agridoce e comestível quando bem maduro, contendo um única semente rígida e rugosa com diâmetro maior que 1 cm, negra em seu interior e branca na base, onde é coberta por um arilo vermelho

------------------------

Imburana é o nome popular de uma árvore da família das Burseráceas.

Imburana é o nome popular de uma árvore da família das Burseráceas, endêmica da caatinga da região nordes-
te e que ocorre também no estado de Mato Grosso. É uma
árvore que tem várias utilidades sendo usada como forra -
geira, apícola, medicinal, lenha, etc. Também é chamada:
- imburana-brava
- imburana-de-cambão
- imburana-de-espinho
- jamburana

O nome científico da imburana pode ser:
- Commiphora Leptophloeos
- Bursera Leptophloeos

------------------------

imburana-braba também é conhecida como imburana-de-Cambão.

Imburana Nome científico: Commiphora leptophloeos
Nomes vulgares: Imburana-de-espinho (47, 200)
Imburana-de-cambão (134)
Imburana-de-cambão, imburana-vermelha, imburana-de-espinho, amburana-de-cambão,
imburaninha, imburana, amburana, jamburana, inburana-fêmea. (112)
Outros nomes: imburana-de-cambão, imburana-vermelha e imburana-de-espinho.
(135)
A imburana-braba também é conhecida como imburana-de-Cambão. (140)
Imburana-de-cambão. (154)
• Origem/significado do nome:
Um seu galho de mediana grossura vinha a ser cambão que, preso ao pescoço das
vacas fujonas, as impedia de se deslocar com facilidade, resultando o qualificativo de um
dos seus nomes populares. (135)
Imburana quer dizer falso imbu, porque rena significa falso. Os caijós chaman-na
de Doéá. (140)
Imburana significa imbu falso. (206)
2 – OCORRÊNCIA
Espécie da flora brasileira, característica da vegetação de caatinga. (46)
Sin.: aroeira-do-sertão em Alagoas; emburana, imburana-brava no Ceará; imburanade-cambão em Pernambuco; imbarana, imborana-de-espinho, javurana, umburana em
diversos lugares do Brasil. – Sin.: estr.: Mara na Venezuela. (47)
Vegeta nos tabuleiros do litoral, sertão e pés de serra. (91)
Nordeste Brasileiro, nas caatingas arbóreo-arbustivas de terreno calcário e também no
Pantanal Matogrosensse nas matas chaquenhas. É freqüente no vale médio do rio São
Francisco. características das caatingas xeromórficas do Nordeste Brasileiro e do chaco
pantaneiro, onde apresenta dispersão ampla, porém descontínua. (112)
Vegeta nos tabuleiros do litoral, sertão e pés de serra. (115)
Comum na caatinga. (128)
A imburanna-de-cambão apresenta portes variáveis conforme o ambiente onde se
desenvolve, sendo notável a sua amplitude de tolerância, desde as áreas secas do Sertão do

------------------------

Suplementos

  • RIPP ABS

    Suplementos


    Noticia painel seguro