------------------------

Essência Baunilha.

Baunilha (do castelhano vainilla,1 pequena vagem) é uma especiaria usada como aromatizante, obtida de orquídeas do género Vanilla, nativas do México. Originalmente cultivada pelos povos mesoamericanos pré-colombianos, parece ter sido levada para a Europa juntamente com o chocolate na década de 1520, pelo conquistador espanhol Hernán Cortés.2
Tentativas de cultivo da planta da baunilha fora do México e América Central, mostraram-se infrutíferas devido à relação simbiótica entre a trepadeira tlilxochitl3 e a espécie local de Melipona; apenas em 1837 o botânico belga Charles Morren descobriu esta relação e desenvolveu um método para polinizar artificialmente a planta, o qual se revelou economicamente inviável, não tendo sido aplicado comercialmente.4 Em 1841, um escravo ao serviço de franceses com 12 anos de idade, de nome Edmond Albius, que vivia na ilha Bourbon, descobriu que a planta podia ser polinizada a mão, o que viria a permitir o cultivo global da planta.5
Hoje em dia, existem três cultivares principais de baunilha de produção global, todos obtidos de uma espécie encontrada na Mesoamérica.6 As várias subespécies são Vanilla planifolia (sin. V. fragrans), cultivada em Madagáscar, Reunião e outras áreas tropicais do Oceano Índico; V. tahitensis, cultivada no Pacífico Sul; e V. pompona, encontrada nas Índias Ocidentais, América Central e do Sul7 A maior parte da baunilha produzida no mundo é da variedade V. planifolia, conhecida como baunilha "Madagáscar-Bourbon", produzida numa pequena região de Madagáscar e na Indonésia.8 9
A baunilha é a segunda especiaria mais cara, a seguir ao açafrão,10 11 devido à mão-de-obra necessária na produção das vagens.11 Apesar do custo, é muito apreciada pelo seu flavor, que o autor Frederic Rosengarten, Jr. descreveu em The Book of Spices como "puro, apimentado, e delicado" e pelo seu aroma flroal complexo descrito com um "bouquet peculiar".12 É usada na em bolos e sobremesas, perfumes, e na aromaterapia.

------------------------

Essência de Baunilha Caseira.

Essência de Baunilha Caseira
á falei pra vocês aqui o quanto é delicioso trabalhar com a fava de Baunilha. Lá inclusive coloquei onde encontrar as famosas favas por módicos R$ 2 cada! Dei dica do quê fazer com a fava depois que usar e cheguei a mencionar a essência que estou publicando hoje.

Sempre quis fazer a essência em casa, já que o vidrinho com 30ml custa em média R$ 6 e não dá nem pra saída.

É preciso ter paciência, já que a essência demora 2 meses pra ficar pronta pro uso, mas não custa fazer e deixar lá quietinha no armário, apurando o sabor.

Para fazer a garrafa grande de essência, gastei R$ 45 – comprando uma garrafa! -, assim, os mesmos 30ml custaram menos de R$ 1,50! E o sabor… ah, o sabor… Vale a pena!

------------------------

Modo de preparo Essência de Baunilha Caseira.

Modo de preparo:

Corte as favas ao meio no sentido do comprimento e exponha bem as sementes.
Coloque as favas em uma garrafa de vidro limpa e seca.
Acrescente a vodca na garrafa e tampe.
Sacuda bem a garrafa e guarde em um lugar escuro e seco – tipo um armário na cozinha.
Uma vez por semana, retire a garrafa e sacuda bem.
Repita o processo por 2 meses, que é quando a essência estará pronta para ser consumida.
Depois que começar a usar a essência e o nível do líquido baixar, complete com mais vodca, sacuda continue utilizando normalmente

------------------------

Extrato ou essência de baunilha.

Extrato ou essência de baunilha
Além dos ingredientes básicos de quase todo cupcakes (trigo, manteiga, ovo e leite), existe um que aparece sempre nas receitas: a baunilha. Se você acompanha alguns blogs ou site de receitas de fora, já deve ter percebido que a baunilha entra sempre como extrato e não essência. Mas qual a diferença?

Extrato x essência

De acordo com o mercado brasileiro e o senso comum, o extrato é algo natural enquanto a essência é artificial, sintetizada pelo homem. No nosso caso, a essência de baunilha é feita em laboratório (ou fábrica, como preferir) e leva ingredientes como aromatizantes e corantes até que o resultado chegue a algo que lembre o cheiro da baunilha. Já o extrato de baunilha é consequência da infusão da fava da baunilha em álcool e outros ingredientes.

Faz diferença?

Faz. Pelo menos, para mim fez. A essência confere mais o cheiro da baunilha do que o sabor em si. E vocês devem saber que olfato e paladar estão diretamente relacionados. Mas uma vez que eu usei o extrato, que é muito mais concentrado, rendendo mais, adicionando muito mais o gosto da baunilha, nunca mais troquei.

Onde encontrar?

nomuExtrato de baunilha é coisa rara de se encontrar em terras brasileiras. Encontrei em um supermercado aqui (estou em São Luís-MA) em cantos remotos do planeta, o Nomu (este aí da foto ao lado), um extrato de baunilha de altíssima qualidade e preço proporcional a ela. Paguei uns 80-90 reais na garrafinha de 100ml. Não me arrependo nem um pouco já que o produto – que é bem concentrado – durou meses em uma época em que eu fazia cupcakes até pro vento.

Você deve achar ele online na Spicy, Meu carrinho e Hippo.

O Caramelodrama já trouxe uma matéria sobre o assunto e depois disso passou a vender na sua lojinha o extrato a um preço bom, R$ 12,00. Você deve encontrar este tipo de extrato em empórios, lojas um pouco mais "chiques", com produtos importados – prepare sua carteira.

Na Barra Doce, existe o Clear Vanilla Extract da Wilton, mas apesar do nome, ele é na verdade uma essência e é artificial.

------------------------

Suplementos

  • RIPP ABS

    Suplementos


    Noticia painel seguro