------------------------

L GLUTAMINE.

A Glutamina é um dos aminoácidos codificados pelo código genético, sendo portanto um dos componentes das proteínas dos seres vivos.
A glutamina é o aminoácido livre e é mais abundante no tecido muscular. Além de actuar como nutriente (energético) para as células imunológicas, a glutamina apresenta uma importante função anabólica promovendo o crescimento muscular.

Este efeito pode estar associado à sua capacidade de captar água para o meio intracelular, o que estimula assim a síntese protéica.
Glutamina é um aminoácido não essencial, sintetizado a partir das necessidades corporais sendo a forma mais abundante de aminoácido encontrada no corpo. Sua síntese é feita a partir do ácido glutâmico (a glutamina é a amida do ácido glutâmico), valina e isoleucina (Bill Philip, 1997). O metabolismo da glutamina acontece através de uma única reação catalisada por duas enzimas. A glutamina sintetase catalisa a síntese de glutamina fazendo a interação de glutamato e amônia, e a glutaminase faz a reação inversa. A direção e os valores destas reações é que vão determinar se o tecido é consumidor ou produtor de glutamina.

A quantidade de enzima é um fator determinante da produção e consumição, como por exemplo os músculos esqueléticos que são considerados produtores pois possuem pouca glutaminase (Rowbottom, 1996 e Walsh, 1998). Sua síntese acontece primariamente nos músculos, mas também nos pulmões, fígado, cérebro e possivelmente no tecido adiposo (Rowbottom, 1996). Os rins, células do sistema imune e tracto gastrointestinal consomem-na enquanto o fígado é o único órgão que tanto consome como produz.

Sob algumas condições, como uma reduzida oferta de carboidratos, o fígado pode se tornar um consumidor de glutamina (Walsh, 1998 e Rowbottom, 1996). É importante citar que em alguns estados corporais como o estresse, injúrias, desgastes e etc., alguns órgãos corporais necessitam de uma demanda muito maior de glutamina, o que pode não ser possível apenas pela síntese corporal. Partindo desse ponto percebe-se, em alguns casos, a necessidade de administrar doses extras de glutamina.

------------------------

L-Glutamine Suplementos de Glutamina.

L-Glutamine - Suplementos de Glutamina - Probiótica Laboratórios

O L-Glutamine é um suplemento alimentar com glutamina, ele ajuda o corpo a se proteger contra as perdas excessivas de tecido muscular. Quem treina pesado, provavelmente necessita de mais glutamina do que pessoas sedentárias. A glutamina é o mais abundante aminoácido livre no tecido muscular e desempenha um papel fundamental no metabolismo proteico, no aumento do volume celular e no anticatabolismo.

Benefícios do L-Glutamine - Suplementos de Glutamina - Probiótica

- Auxilia na prevenção da perda de músculos.
- L-Glutamine é anticatabólico.
- Auxilia no aumento do volume celular.

Descrição do L-Glutamine - Suplementos de Glutamina - Probiótica

Glutamina é o aminoácido não-essencial mais abundante no corpo humano. Ele pode ser encontrado principalmente no sangue e músculos. Glutamina tem uma estrutura única consistindo em 19% de nitrogênio que o torna o transportador primário de nitrogênio para a célula do músculo, além de ser responsável por 35% do nitrogênio que chega às células musculares onde é sintetizado para crescimento.
Ingredientes do L-Glutamine - Suplementos de Glutamina - Probiótica
L-Glutamina.

O L-Glutamine é um suplemento alimentar que não contém Glúten.
Sugestão de uso do L-Glutamine - Suplementos de Glutamina - Probiótica
1 colher de chá corresponde a 5g de L-Glutamine. Adicionar a um copo de água ou sua bebida preferida até completa homogeneização da suplementação. Utilizar L-Glutamine para suplementar uma dieta enteral ou oral, em quantidade de acordo com orientação de nutricionista ou médico.

------------------------

L-Glutamine Probiótica.

L-Glutamine Probiótica.
A glutamina ajuda o corpo a se proteger contra as perdas excessivas de tecido muscular. Quem treina pesado, provavelmente necessita de mais glutamina do que pessoas sedentárias. A glutamina é o mais abundante aminoácido livre no tecido muscular. Desempenha um papel fundamental no metabolismo protéico, no aumento do volume celular e no anti-catabolismo. Isso significa que pode auxiliar na prevenção da perda de músculos.

Glutamina é o aminoácido não-essencial mais abundante no corpo humano. Ele pode ser encontrado principalmente no sangue e músculos. Glutamina tem uma estrutura única consistindo em 19% de nitrogênio que o torna o transportador primário de nitrogênio para a célula do músculo. É responsável por 35% do nitrogênio que chega às células musculares onde é sintetizado para crescimento. Destina-se à nutrição oral ou enteral.

------------------------

L-GLUTAMINE - EAS.

L-GLUTAMINE - EAS
A glutamina ajuda o corpo a se proteger contra as perdas excessivas de tecido muscular. Quem treina pesado, provavelmente necessita de mais Glutamina do que pessoas sedentárias. A Glutamina é o mais abundante aminoácido livre no tecido muscular. Desempenha um papel fundamental no metabolismo protéico, no aumento do volume celular e no anti-catabolismo. Isso significa que pode auxiliar na prevenção da perda de músculos.

Glutamina é o aminoácido não-essencial mais abundante no corpo humano. Ele pode ser encontrado principalmente no sangue e músculos. Glutamina tem uma estrutura única consistindo em 19% de nitrogênio que o torna o transportador primário de nitrogênio para a célula do músculo. É responsável por 35% do nitrogênio que chega às células musculares onde é sintetizado para crescimento. Destina-se à nutrição oral ou enteral.

------------------------

Suplementos

  • RIPP ABS

    Suplementos


    Noticia painel seguro