------------------------

LACTOBACILLUS.

Naturopatia: Benefícios da suplementação nutricional com lactobacilos
Os lactobacilos (lactobacillus) são bactérias (bacilos Gram-positivos anaeróbios) que se alimentam de matérias orgânicas inertes (saprófitas) e inofensivas que vivem no trato intestinal e constituem a flora bacteriana digestiva dos mamíferos, inclusive a do homem.

Existem diversos micro-organismos inofensivos que habitam os intestinos e que são extremamente úteis e indispensáveis à manutenção do seu bom funcionamento fisiológico e do bom estado geral de saúde do organismo.

Quando a flora de tais micro-organismos torna-se bastante reduzida, pode ser substituída por bactérias prejudiciais à saúde. Dentre os micro-organismos úteis e inofensivos, encontram-se: lactobacilos acidófilos, lactobacilos bifidus, alcaligenes sp, bacillus lentisporus, Saccharomyces boulardii (gênero de levedura proveniente de frutas, com ação terapêutica semelhante à dos lactobacilos, com maior resistência aos antibióticos, impedem a infestação de germens potencialmente patológicos) e Escherichia coli não patogênica. Entre os mais estudados, encontram-se os lactobacilos acidófilos, dos quais existem vários tipos, sendo os mais comuns o acidophilus, o brevis, o plantarum e o bulgaricus, capazes de produzirem princípios ativos de ação antibiótica, tais como lactacidina (acidophilus), acidofilina, lactobicina (brevis), lactobicina (plantarum) e bulgarina (bulgaricus).

Os lactobacilos não combatem diretamente os micro-organismos prejudiciais à saúde e que vivem nos intestinos, mas contribuem para reduzir a sua proliferação através de seus "antibióticos" naturais e, principalmente, pela competição por nutrientes. Como esses são inúmeros e se reproduzem rapidamente, não permitem que sobrem muitos nutrientes para os demais micro-organismos causadores de infecções e doenças.

A suplementação nutricional de lactobacilos funciona como um tratamento naturopático inteligente e eficaz na prevenção e no combate de diversas enfermidades, sem o risco de agredir ou intoxicar o organismo; por tal razão, a naturopatia vê com bons olhos o seu emprego terapêutico. Por protegerem a flora intestinal, a suplementação terapêutica de lactobacilos acidófilos deve ser sempre recomendada durante e após tratamentos à base de antibióticos de amplo espectro (antibioticoterapia) por via oral e, também, na prevenção e no combate da candidíase e vaginite infecciosa causada por Candida albicans.

Os lactobacilos acidophilus também se encontram presentes na flora vaginal normal. Esses são constituintes importantes da flora normal da vagina. O ácido lático, produto de seu metabolismo, auxilia a manter o pH baixo do trato genital da mulher adulta. Esses micro-organismos raramente provocam doenças.

Quando no organismo ocorre um desequilíbrio na proporção entre bactérias saprófitas e patológicas (causadoras de doenças), manifesta-se um estado conhecido como disbiose. Os agentes capazes de combater tal desequilíbrio são denominados probióticos (o contrário de antibióticos). Como explicado anteriormente, os probióticos mais comumente utilizados na terapêutica são os lactobacilos, tanto os da espécie Lactobacillus acidophilus quanto os Lactobacillus bifidus, ambos encontrados em grande quantidade no iogurte.

------------------------

SIMFORT LACTOBACILOS 5 MICROORGANISMOS.

SIMFORT (LACTOBACILOS - 5 MICROORGANISMOS) - VITAFOR
Symbio Fort é fonte de microorganismos (contém 5 cepas de probióticos) benéficos que contribuem para uma flora intestinal saudável.

Seu consumo deve estar associado a uma alimentação equilibrada e hábitos de vida saudáveis.

------------------------

LACTIVOS LACTOBACILLUS ACIDOPHILUS.

LACTIVOS LACTOBACILLUS ACIDOPHILUS - 10 SACHÊS
LACTIVOS é um simbiótico à base de Lactobacillus acidophilus que restabelece a flora intestinal e auxilia na recuperação do sistema imunológico. Composição: Lactobacillus acidophilus altamente competitivo para a repovoação intestinal; Goma Acácia protege os Lactobacillus no trato estomacal; Cálcio quelado para formação óssea e evita a perda óssea em tratamentos com antibióticos; Magnésio Quelado para desintoxicação e melhoramento metabólico; Vitamina C, B1, B2 e B6 atuam como antioxidantes na formação e desintoxicação do sangue.

Indicações:
prisão de ventre; diarréias; reequilíbrio da flora intestinal e desintoxicação do organismo.
Coadjuvante: em tratamentos com medicamentos antimicrobianos como: antibióticos, corticóides, fungicidas e radioterápicos.
Contém 1 bilhão de Unidades formadoras de Colônias por porção.

------------------------

O que são Probióticos?

O que são Probióticos?
Probióticos são microorganismos que vivem em nossos intestinos, e contribuem para a saúde dos nossos intestinos. São bactérias, e apesar de muitos acharem que bactérias são apenas maléficas, essas bactérias combatem doenças e reforçam a nossa imunidade. São conhecidas geralmente como Lactobacillus Acidophilus,
São encontrados em alguns tipos de iogurtes nos supermercados, porém a quantidade de bactérias nesses produtos geralmente é pequena, e traz somente um tipo de cultura de bactérias.
É interessante que você converse com seu médico sobre o uso de probióticos ao usar algum antibiótico. Os antibióticos, além de matarem as bactérias que estão causando infecções no seu corpo, acabam também matando as bactérias benéficas que vivem no seu instestino, deixando o seu corpo mais susceptível a ataques de organismos como fungos, com o fungo da Candida, que pode crescer nos intestinos, boca, vagina, pulmões, ou debaixo das unhas. Um bom suplemento de probióticos nesse caso ajudará com a recuperação da flora intestinal.
Além disso, os probióticos ajudam em problemas como: regulação dos movimentos do intestino, evitando diarréias e constipação, ajuda na saúde da pele combatendo a acne por exemplo, e principlamente melhoram o sistema imunológico, que perde sua eficiência conforme envelhecemos. Também produzem enzimas que ajudam a digerir a lactose, o que ajuda no tratamento de intolerância a lactose, e ajuda na desentoxicação do trato intestinal.
Testes em laboratório também mostraram que o Lactobacillus bulgaricus mostrou efeitos anti-mutagênicos devido a sua habilidade de juntar-se com aminas heterocíclicas, que são substâncias cancerígenas encontradas na carne. Estudos em animais mostraram que esse tipo de lactobacilo ajuda a prevenir o câncer de cólon, porém ainda não foram realizados estudos em humanos.
Estudos com outros lactobacilos em animais também demonstraram o seu potencial na melhora do nível de colesterol, diminuindo o colesterol ruim (LDL) e aumentando o colesterol bom (HDL).
Alguns estudos mostraram efeitos colaterais no consumo de probióticos. Um teste clínico realizado na University of Western Australia mostrou que crianças que fizeram o uso de probióticos tiveram mais pré-disposição em desenvolver sensibilidade a alergênicos.

------------------------

Suplementos

  • RIPP ABS

    Suplementos


    Noticia painel seguro