------------------------

LICOPENO.

Licopeno: saiba onde encontrar o superinimigo do câncer
O licopeno é um carotenóide que dá a coloração vermelha a alguns alimentos. Ultimamente, o licopeno tem sido celebrado por ser uma arma importante na prevenção ao câncer, doenças degenerativas e cardíacas.
A fruta que causou polêmica nas redes sociais pelos altos preços no Brasil é rica em licopeno. Mas não é só consumindo o tomate in natura que se pode ingerir o nutriente, ao ser processado por meio de molhos e sopas o tomate não perde seu índice de licopeno. Uma xícara de molho de tomate em lata contém 34 mg da substância.
Melancia obtém sua cor vermelha por meio do licopeno, uma fatia tem cerca de 13 mg do antioxidante. Melancia também é uma ótima opção, pois é uma das frutas menos infectadas pelo uso de pesticidas.
Este fruta rica em vitamina C tem a sua cor-de-rosa avermelhada devida ao licopeno. Metade de uma toranja tem 17 mg desse carotenóide.

------------------------

EFEITOS DO LICOPENO NA SAÚDE CARDIOVASCULAR.

EFEITOS DO LICOPENO NA SAÚDE CARDIOVASCULAR
As doenças cardiovasculares são a principal causa de morte em países ocidentais. A morbidade e mortalidade cardiovascular podem diminuir através da redução dos níveis de inflamação crônica e estresse oxidativo, que é parte importante da etiopatogenia das doenças crônicas, como as doenças cardiovasculares. Dessa forma, dietas ricas em frutas e verduras têm sido associadas à menor incidência dessas doenças e esse efeito se dá, em parte, ao consumo de alimentos ricos em antioxidantes. Os carotenóides são conhecidos compostos lipossolúveis, que possuem atividade antioxidante, além de outros mecanismos que contribuem para seus efeitos benéficos.

A recomendação dietética atual para aumentar o consumo de frutas e vegetais ricos em antioxidantes tem gerado interesse no papel do licopeno na prevenção de doenças. Alguns pesquisadores têm estudado os efeitos do licopeno na proteção contra as doenças cardiovasculares. Até o momento, os estudos com a suplementação de licopeno isoladamente ainda são controversos e não há uma comprovação científica para que possa ser utilizado no tratamento de dislipidemias e diminuição da pressão arterial.

Mais estudos são importantes para definir a dosagem a ser suplementada para a prevenção e tratamento dessas doenças, porém enquanto não há evidências científicas para a utilização da suplementação de licopeno, é importante incentivar a ingestão de tomate e produtos caseiros à base de tomate e outros vegetais fontes de licopeno, além de estimular a ingestão de três porções de frutas e hortaliças por dia.

------------------------

Licopeno O que é? Para que serve?

Licopeno O que é? Para que serve?
Licopeno é a substância que dá a cor avermelhada ao tomate, melancia, beterraba, pimentão, entre outros alimentos - é um antioxidante que, quando absorvido pelo organismo, ajuda a impedir e reparar os danos às células causados pelos radicais livres.

Os radicais livres são produzidos durante funções normais do corpo humano, como respiração e atividade física. Também são formados como resultado do hábito de fumar, superexposição ao sol, poluição do ar e stress. São altamente reativos e, se não controlados, podem danificar as moléculas importantes das células saudáveis do corpo humano. Isso pode contribuir para o desenvolvimento de várias doenças, como câncer e doenças cardiovasculares.

Assim como o betacaroteno, o licopeno é transportado no sangue humano por meio de lipoproteínas, principalmente a LDL. A principal função da LDL é fornecer colesterol para as células do corpo e, ao fazer isso, também fornece licopeno e betacaroteno. Os maiores níveis de licopeno e betacaroteno são encontrados no fígado (principal local de armazenamento). No tecido adiposo, a taxa de carotenóides é muito baixa. No entanto, devido à quantidade total de tecido adiposo no organismo, também pode ser um importante local de armazenamento.

Tomate – principal fonte de licopeno

A melhor fonte de licopeno é o tomate, que possui ampla utilização no Brasil. É um alimento pouco calórico, com seus efeitos antioxidantes, fonte de fibras e bem utilizado na culinária pela sua cor, aumentando a aparência dos pratos. Teve sua descoberta há cerca de três séculos e sua utilização na culinária teve início há apenas um século. Antes crescia como planta ornamental e erva daninha.

O tomate é matéria prima que pode entrar em diversas refeições. Quanto maior a concentração de tomate em uma receita, maior o teor de Licopeno e os benefícios por ele proporcionados. Este possui maior aproveitamento quando combinado à uma pequena quantidade de gordura, preferencialmente do tipo monoinsaturada (azeite).

Taxa de licopeno e carotenóides relacionada a alguns fatores

Quanto aos níveis de licopeno no sangue, não há nenhuma diferença entre fumantes e não fumantes, e entre homens e mulheres. Já as taxas de betacaroteno e carotenóides pró-vitamina A são mais baixas nos fumantes e nos homens. Comparando-se pessoas alcoólatras com outras que bebem moderadamente ou são abstinentes, estudos revelam que a quantidade de carotenóide no sangue é menor entre os alcoólatras.

Um dos fatores que poderiam influenciar nessa diferença é a função do fígado alterada. Quanto aos que bebem pouco, não existe uma relação clara entre o nível de álcool consumido e a taxa de aumento ou diminuição da taxa de carotenóide. Os níveis de carotenóide no sangue geralmente aumentam com a idade. Isso pode ser explicado pelo aumento do colesterol LDL ( principal veículo de transporte de licopeno e betacaroteno no sangue humano).

------------------------

Licopeno não é exatamente um nutriente.

Licopeno não é exatamente um nutriente, é um pigmento vegetal de plantas desenvolvidas para proteger contra os efeitos da luz e da oxidação do ar. Esta substância é responsável por dar aos frutos características vermelho ou laranja.

Licopeno pertence ao grupo dos beta-caroteno, mas não convertido em vitamina A, razão pela qual se acreditava que ele não tinha nenhum significado fisiológico. No entanto, vários estudos têm demonstrado que o licopeno é altamente benéfico para a saúde humana.

O nome de licopeno vem do latim "Solanum lycopersicum L.", como é chamado o tomate, que foi dada em 1903.

Licopeno está presente no organismo no sangue e tecidos, mas é especialmente concentrada na próstata. Esta substância não podem ser sintetizados pelo organismo, é obtida através da dieta ou através de suplementos.

A principal fonte de licopeno são os tomates (especialmente maduros que contêm aproximadamente 83%) e produtos (ketchup, molhos, conservas, sucos, etc) . Ela também é encontrada em outras frutas e legumes, como melancia, mamão, goiaba, grapefruit rosa, damasco e cenoura.O licopeno é melhor absorvido pela gordura, que é por isso que quando usado com óleo ou outros alimentos gordurosos, tais como abacate ou nozes, são facilmente absorvidas.

Atualmente, o licopeno também é utilizado como corante alimentar.

Outra das grandes virtudes de licopeno é a sua poderosa propriedade antioxidante que protege o corpo do stress oxidativo causado pelos radicais livres.

Há vários estudos que ligam o licopeno com câncer de próstata reduzida, pulmão e trato digestivo. Também previne doenças cardiovasculares, síndrome de degeneração macular, catarata e certas complicações durante a gravidez, como pré-eclâmpsia e crescimento fetal vacilante.

Em relação à dose ideal de licopeno, sem padrões, mas intervalos aproximados que sugerem uma contribuição de 4 a 6,5 ​​mg por dia.

Para se ter uma idéia, uma porção de 60 gramas de purê de tomate, o que pode fazer parte de uma refeição ou o molho que acompanha um alimento, pode fornecer cerca de 10 mg de licopeno.

PARA QUE SERVE O SELÊNIO

é um antioxidante que age como a vitamina E protegendo as membranas celulares da oxidação. É usado como suplemento em casos de alergias e degeneração macular.

FONTE ALIMENTAR RICA EM SELÊNIO

castanha do pará, salmão,aveia, suco de laranja,ostras...

------------------------

Suplementos

  • RIPP ABS

    Suplementos


    Noticia painel seguro