------------------------

Macarrão de Arroz.

Macarrão de arroz com frango desfiado
Calorias: 390 kcal cada pegador de macarrão de arroz com frango desfiado

Ingredientes
1 xícara (chá) de macarrão de arroz
1 filé (médio) de frango
5 unidades de cenoura baby
2 dentes de alho picados
1 colher (sopa) de azeite extravirgem
3 colheres (sopa) de molho shoyu light
1 colher (sobremesa) de cebolinha picada
½ colher (chá) de sal
Modo de preparo
1. Coloque as unidades de cenoura baby no vapor e deixe por 5 minutos. Reserve.
2. Coloque o macarrão de arroz na água e deixe cozinhar até que ficar al dente. Escorra a água e reserve.
3. Em uma panela antiaderente coloque o azeite, grelhe o frango e após cozido retire da panela e o desfie.
4. Volte o frango para a panela, acrescente o alho picado, a cebolinha, o macarrão, as cenouras e o molho shoyu.
5. Deixe no fogo por alguns minutos e sirva ainda quente.

------------------------

aposte no bifum, macarrão oriental feito de arroz.

aposte no bifum, macarrão oriental feito de arroz
Quem pensa que o Yakisoba é o único prato de massa da culinária oriental precisa ampliar seu universo gastronômico. O bifum, macarrão fininho feito de arroz, também tem seu lugar nos cardápios dos restaurantes japoneses e chineses. "Trata-se de uma massa de sabor neutro, que recebe bem os temperos", explica Homero Cassiano, gerente do Mitsuba.

Versátil, o bifum combina com legumes grelhados, carne bovina, lombo de porco, frango, peixes e frutos do mar. O modo mais tradicional de servir se assemelha ao do Yakisoba, com o macarrão misturado aos legumes e aos tipos de proteína escolhidos. Mas a massa também pode ser usada no preparo de saladas ou de pratos vegetarianos. Tanto que conquistou os fãs da comida natural.

Outra vantagem do bifum, que é bem mais leve do que o macarrão convencional, é não conter glútem. "Cada porção de 100 gramas de bifum tem 259 calorias e pouquíssima gordura", afirma Homero. A massa ainda é rápida de preparar: basta ficar cerca de um minuto em água fervente e pronto, é só escorrer e adicionar os complementos que quiser.

------------------------

Macarrão de arroz.

Macarrão de arroz
Experimente essas receitas usando macarrão de arroz (também conhecido como bifum ou harussame), ele é saudável, possui poucas calorias e cozinha rapidamente.

------------------------

Sem glúten e melhor que o integral: macarrão de arroz.

Sem glúten e melhor que o integral: macarrão de arroz
Já repararam que ultimamente muito se tem ouvido falar e lido por aí a respeito de alimentos sem glúten e sem lactose?

Não sei se por moda (impressionante o número de #projetosmalucos no Instagram), se pela facilidade e rapidez da divulgação de informações, ou mesmo em razão do próprio aumento do diagnóstico de pessoas portadoras da chamada doença celíaca, os alimentos gluten free passaram a fazer parte do nosso cotidiano (ainda que seja só das fotos dos perfis que acompanhamos no Instagram).

Pra quem não sabe, a doença celíaca (também conhecida como enteropatia glúten-induzida) é uma patologia autoimune que afeta o intestino delgado de adultos e crianças geneticamente predispostos, precipitada pela ingestão de alimentos que contêm glúten. A doença causa atrofia das vilosidades da mucosa do intestino delgado, causando prejuízo na absorção dos nutrientes, vitaminas, sais minerais e água.

Os sintomas podem incluir diarreia, dificuldades no crescimento e desenvolvimento (em crianças) e fadiga, embora possam estar ausentes. Além disso, diversos sintomas associados em todos os sistemas do corpo humano já foram descritos.

O único tratamento efetivo da doença é uma dieta estritamente sem glúten, por toda a vida.

(Obrigada, Wikipedia!!!)

Graças a Deus, em casa não somos intolerantes (pelo menos, não que a gente saiba) a nada… só que acontece que eu sou curiosa… e adoro uma lojinha de produtos naturebas…

E bastou um dia passeando pela Villa Verde pra que eu quisesse experimentar um macarrão sem glúten, feito à base de farinha de arroz (comprei da marca URBANO, que até então eu não conhecia).
Confesso que fiquei com um pouco de medo… preparei normalmente e não falei nada pro André, até a hora em que experimentamos e vimos que era DELICIOSO!!

A textura é boa… aliás, boa não, é ótima!!! Ele fica al dente mesmo, como muita massa "normal", por mais que a gente faça tudo direitinho, acaba não ficando… e com a vantagem de ser leve, leve, leve…

Você come uma boa pratada e sai da mesa sem aquela sensação de que "comeu um boi", sabe?

Foi super aprovado lá em casa!!!

Já testamos em três versões (duas delas, preparadas pelo André!!!) e todas ficaram excelentes: muçarela de búfala, tomate cereja e manjeiricão; salsichas (tipo macarrão de praia) e bolonhesa bem clássico.

------------------------

Suplementos

  • RIPP ABS

    Suplementos


    Noticia painel seguro