------------------------

ÓLEO DE FIGADO.

Óleo de Fígado de Bacalhau: Uma Tradição Que Faz Bem!
Antigamente, as mães e avós não deixavam faltar, na vida de seus filhos e netos, uma colher diária de óleo de fígado de bacalhau. Elas sabiam – aprenderam de suas próprias mães e avós – que ele faz bem. Essa sabedoria popular estende-se a várias civilizações muito antigas, cuja saúde, constituição física, agilidade mental, sobreivência e prosperidade dependiam de ingredientes da sua alimentação. Nessas culturas, o óleo de fígado de bacalhau era reverenciado! Tomá-lo ou não, fazia toda a diferença. E como veremos, ainda pode fazer!

Se de um lado, a ciência contemporânea séria estuda e comprova, a cada dia, os importantes benefícios do óleo de fígado de bacalhau, de outro, infelizmente alguns profissionais de saúde acham que esse óleo não serve para nada. Claro, ninguém pode patentear o coitado do bacalhau, portanto a indústria farmacêutica não possui o menor interesse em divulgá-lo…

O óleo de fígado de bacalhau é uma fonte importante de nutrientes essenciais, porém difíceis de serem obtidos na dieta contemporânea: Além de ácidos graxos ômega-3, ele é rico em vitaminas A e D pré-formadas, podendo conter pequenas quantidades de vitamina K, vital para a saúde do sangue e dos ossos.

A vitamina D promove a absorção e transferência de cálcio através das membranas celulares. Essa transferência cálcio é importante não apenas para os ossos, mas também para o bom funcionamento do cérebro e sistema nervoso.

A vitamina D também influencia a absorção de magnésio e zinco. Níveis adequados de cálcio, magnésio e zinco no cérebro são fundamentais para a neurotransmissão. Doenças como a enxaqueca, depressão, ansiedade, pânico, fibromialgia e síndrome do déficit de atenção, têm como base um mau funcionamento na neurotransmissão.

Um estudo norte-americano publicado em 7 de setembro de 2006 na revista Epidemiology and Infection, relata que a forma biologicamente ativa de vitamina D (que se encontra no óleo de fígado de bacalhau) possui propriedades antiinflamatórias!

A vitamina D contribui para o equilíbrio hormonal. Estudos científicos associaram sua ingestão à melhora de doenças como ovários policísticos, infertilidade, TPM e enxaqueca menstrual.

Estudos demonstram que estados de deficiência de vitamina D produzem sintomas que são confundidos com fibromialgia e síndrome da fadiga crônica. Ambas essas doenças, freqüentemente, coexistem com a enxaqueca.

------------------------

Óleo de Figado de Bacalhau Naturalis.

Óleo de Figado de Bacalhau Naturalis
O Óleo de Fígado de Bacalhau é rico em vitaminas A e D, obtido por processo a vácuo que preserva todas as suas virtudes nutricionais.
ngredientes: Cada cápsula de 250mg contém: 250 UI. de Vitamina A e 25 UI de Vitamina D.
Seis cápsulas diárias correspondem: 56% da IDR para Vitamina A e 75% da IDR para Vitamina D. Não Contém Glúten.
Sugestão de Uso: Adulto: 2 cápsulas 3 vezes ao dia, 30 minutos antes das refeições. Crianças acima de 3 anos: 1 cápsula 3 vezes ao dia, 30 minutos antes das principais refeições.
ara obter o máximo de benefícios associados a este produto é recomendado a prática de atividades físicas regulares e a adoção de uma alimentação balanceada.

------------------------

Óleo de fígado de bacalhau rico em vitamina A.

Óleo de fígado de bacalhau
O óleo de fígado de bacalhau é um óleo extraído do fígado do bacalhau que é rico em vitamina A e vitamina D. Ele é bastante utilizado como complemento alimentar nos países nórdicos, onde a baixa exposição da pele ao sol causada pelas longas noites de inverno diminui a produção de vitamina D pelo organismo humano.

------------------------

Recomendações acerca do óleo de fígado de bacalhau.

Recomendações acerca do óleo de fígado de bacalhau
Outrora um suplemento habitual nas sociedades europeias tradicionais, o óleo de fígado de bacalhau providencia vitaminas liposolúveis, que o Dr. Price descobriu estar presente na dieta dos povos primitivos, em quantidades dez vezes superiores ao nível do das dietas modernas.

Os suplementos de óleo de fígado de bacalhau são um "must" para as mulheres e para os seus parceiros masculinos, para serem ingeridos durante vários meses antes da concepção, e para as mulheres durante a gravidez. As crianças em crescimento também irão beneficiar bastante de uma pequena dose diária.

O óleo de fígado de bacalhau também é rico em ácido eicosapenaenoic (EPA) e ácido docasahexaenoic (DHA). O organismo produz esses ácidos gordos através do ácido linoléico ómega-3. O EPA é um importante componente da cadeia de ácidos gordos que termina, em última instância, nas prostaglandinas, hormonas locais localizadas nos tecidos, enquanto o DHA é muito importante para o funcionamento correcto do cérebro e do sistema nervoso.

Os indivíduos que consumiram grandes quantidades de óleos polinsaturados, especialmente óleos parcialmente hidrogenados, que sofrem de certas deficiências nutricionais, ou que sofrem de um funcionamento pancreático deficiente, tal como a diabetes, podem não conseguir produzir EPA e DHA e irão, portanto, sofrer deficiências de importantes prostaglandinas e gorduras necessárias para o cérebro, a menos que consuma óleo de peixe, ou tome um suplemento de óleo de fígado de bacalhau.

Compre óleo de fígado de bacalhau com embalagens escuras, e armazene-o num local fresco, escuro e seco.

O Dr. Price administrava o óleo de peixe, sempre em combinação com manteiga rica em vitaminas, extraída por centrifugação a partir da manteiga de boa qualidade da primavera. Descobriu que o óleo de fígado de bacalhau por si só, era relativamente ineficiente, mas combinado com uma manteiga rica em vitaminas, produzia resultados excelentes.

A manteiga contém o que ele denominava por "Activador X", agora chamada de vitamina K2, que trabalha de forma sinergista com as vitaminas A e D. A sua dieta deve incluir fontes de vitamina k, tais como a antiga manteiga de boa qualidade de gado alimentado a pasto e/ou manteiga rica em vitaminas, gordura de animais alimentados a pasto e fígado de pato ou ganso, e conjunto com o óleo de fígado de bacalhau.

Vitamina A, Vitamina D & Óleo de fígado de bacalhau: Algumas clarificações

Dosagem de vitamina A

Já afirmamos que as preocupações relativamente á toxicidade da vitamina A são exageradas. Enquanto algumas formas sintéticas de vitamina A encontradas em suplementos, podem ser tóxicas a partir de doses moderadamente elevadas, a vitamina A solúvel em gordura naturalmente presente nos alimentos tal como o óleo de fígado de bacalhau, fígado, e manteiga, é segura para ingerir a níveis dez vezes superiores ao das doses da vitamina sintética solúvel em água, emulsificada e solidificada encontrada na maioria dos suplementos, que produz toxicidade.

Para além disso, a vitamina D encontrada no óleo de fígado de bacalhau e manteiga de animais alimentados a pasto, protege contra a toxicidade da vitamina A, e permite que as pessoas possam ingerir uma quantidade muito superior de vitamina A antes que se torne tóxica. O fígado de animais terrestres é rico em vitamina A, mas pobre em vitamina D, e deve portanto, se consumido com outros alimentos ricos em vitamina D como a banha ou bacon de porcos criados a pastos, gemas de ovos, e óleo de peixe. Ou, durante os meses em que a exposição à luz UB-B é suficiente para nos proporcionar níveis adequados de vitamina D.

Como guia geral, recomendamos as seguintes dosagens de vitamina A a partir do óleo de fígado de bacalhau. Em conjunto com uma dieta densa em nutrientes que contenha outros alimentos ricos em vitamina A:

Crianças dos 3 meses até aos 12 anos: Uma dose de óleo de fígado de bacalhau que proporcione diariamente uma dose de cerca de 5000 IU de vitamina A, obtido a partir de uma colher de chá de óleo de fígado de bacalhau comum, ou meia colher de chá de óleo de fígado de bacalhau rico em vitaminas.
Crianças a partir dos 12 anos e adultos: Uma dose diária de manutenção de óleo de fígado de bacalhau que proporcione cerca de 10,000 IU de vitamina A, obtido a partir de duas colheres de chá de óleo de fígado de bacalhau comum, ou uma colher de chá de óleo de fígado de bacalhau rico em vitaminas.
Mulheres grávidas e a amamentar: Uma dose diária de óleo de fígado de bacalhau que proporcione cerca de 20,000 IU de vitamina A, obtido a partir de quatro colheres de chá de óleo de fígado de bacalhau comum ou duas colheres de chá de óleo de fígado de bacalhau rico em vitaminas.
Tenha em atenção que estas doses recomendadas são 2-% vezes mais elevadas que as do U.S. RDA para crianças, 4 vezes mais elevadas que a U.S. para adultos e 8 vezes mais elevadas que a U.S. RDA para mulheres grávidas. Os valores de RDA estão baseados em estudos conduzidos na população geral, que hoje se sabe, ser largamente deficiente em vitamina D. Indivíduos sujeitos a condições de stress elevado, ou que desejem usar o óleo de fígado de bacalhau para tratar uma condição de saúde, podem tomar doses muito mais elevadas, até uma dose que proporcione mais de 90,000 IU por dia, por um período de muitas semanas.

Dosagem de vitamina D

As nossas marcas recomendadas de óleo de fígado de bacalhau (ver lista abaixo) com as doses acima recomendadas de óleo de fígado de bacalhau, irão proporcionar cerca de 500-1000 IU de vitamina D para crianças, 1000-2000 IU de vitamina D para adultos, 2000-4000 IU de vitamina D para as mulheres grávidas e a amamentar, e para cima de 9000-18,000 IU para os que ingerem grandes quantidades de óleo de fígado de bacalhau de forma a lidar com o stress e doenças.

Em 1997, a "Food and Nutrition Board" do Instituto de Medicina dos E.U.A. delimitou o limite máximo tolerável de ingestão (TUIL) para a vitamina D a 2000 IU por dia. No entanto, os especialistas estiveram contra este limite máximo, e muitos investigadores proeminentes acerca da vitamina D, sugeriram uma revisão para um limite mais elevado.

As experiências demonstram que mesmo durante o Inverno, com uma ingestão baixa de vitamina D, os humanos irão extinguir as reservas de vitamina D a um rácio de 3000-4000 IU por dia, uma quantidade que a maioria das pessoas requer para manterem os níveis óptimos de vitamina D no sangue. A exposição extensiva ao sol do verão a latitudes médias, produz, naturalmente, níveis de vitamina D no sangue equivalente ao que é obtido pela suplementação numa dose diária contínua de 10,000 IU, sugerindo que os humanos estão preparados para tolerar esses níveis elevados de vitamina D. (4)

Se você for um nadador-salvador ou passar muito tempo exposto ao sol, não precisa de tomar suplementos de vitamina D; no entanto, ainda precisará de consumir a quantidade adequada de vitamina A. Estudos realizados em animais demonstram que, mesmo quantidades moderadas de vitamina D, aumentam a necessidade corporal de vitamina A, seja a vitamina D proveniente da dieta ou produzida pela exposição á luz UV (2,5).

Isto não significa que nós não recomendamos que alguns indivíduos testem os seus níveis de vitamina D. Tais testes podem ser muito úteis para determinar o estado dos níveis de vitamina D e a eficácia dos suplementos de vitamina D ou óleo de fígado de bacalhau. Os níveis óptimos em soro dos níveis de vitamina D deveriam estar na ordem dos 30-50 ng/mL.

------------------------

Suplementos

  • RIPP ABS

    Suplementos


    Noticia painel seguro